Bem-vindo! Receba nossas dicas por e-mail gratuitamente: RECEBER DICAS
SP: 11 3588-4784 BH: 31 3514-7911 SOBRE BLOG BASE DE CONHECIMENTO

Por tratar-se de um investimento a longo prazo com elevado aporte financeiro, escolher dentre as muitas instituições de ensino, pode ser um processo complexo e demorado. Para ser a opção escolhida,  faz toda a diferença ser considerada uma IES referência.

Introdução

Atualmente o mercado educacional tem passado por mudanças significativas. O surgimento de novos modelos de negócio, a expansão da modalidade de educação a distância e o aumento do número de instituições privadas são bons exemplos.

Levando em consideração a alta competitividade presente no mercado educacional é primordial que as instituições atuem estrategicamente através de ações eficientes.

Assim, para que seja percebida como uma IES referência é interessante pensar em ações práticas  a fim de potencializar os  seus diferenciais competitivos.

IES referência - Rubeus

Quando o objetivo é diferenciar-se dos seus concorrentes a prática do Benchmarking pode ser uma grande aliada. Através dela é possível identificar quais as ações tomadas pelos concorrentes e, assim, orientar a tomada de decisões a fim de superá-las.

Além disso, a preparação e o planejamento são fundamentais para uma atuação de excelência! Por isso, investir na preparação dos processos (gestão orientada a processos eficientes) e das equipes, é essencial.

Na prática: como tornar uma IES referência para os potenciais alunos?

Primeiramente, é fundamental entender a importância de aperfeiçoar, continuamente, os conhecimentos.

Pensando exatamente nisso, a Metodologia Rubeus, baseada nas principais necessidades apresentadas pelas instituições de ensino, elenca três pilares para uma atuação eficiente e sustentável, conheça-os: 

Pessoas, Processos e Tecnologia - Rubeus

  • No pilar Pessoas o desafio é capacitar os colaboradores, a fim de estabelecer (e manter) um bom relacionamento com os potenciais e atuais alunos. Esse relacionamento, por sua vez, deve ser estendido a todos os pontos de contatos, incluindo todas as esferas da instituição, desde o porteiro ao reitor.
  • Quanto aos Processos, é fundamental que o planejamento da IE seja baseado na perspectiva do aluno. Assim, todas as ações da equipe interna devem ser direcionadas a colocá-lo como protagonista.
  • A Tecnologia consiste nas ferramentas técnicas, recursos e conhecimentos utilizados para o aperfeiçoamento dos processos e alcance dos objetivos. Percebe-se, assim, a tecnologia como uma grande ferramenta administrativa, uma vez que possibilita informações apuradas e precisas para basear todo o processo decisório nas instituições.

A sincronização e a sinergia existentes entre esses três pilares auxilia o processo de captação e permanência sustentável das IEs.

6 passos infalíveis para tornar uma IES referência

1º) Destaque seus diferenciais 

O primeiro passo é investir no destaque dos diferenciais.

Através deles será possível mostrar ao potencial aluno que a instituição é o que ele procura, além de contribuir para que seja vista como autoridade no mercado educacional. 

Contudo, para que seja possível destacar e divulgar os diferenciais, é preciso, primeiramente, desenvolvê-los. É preciso compreender que esses atributos relevantes são particularidades, qualidades e características que são próprias e exclusivas da IES. Ou seja, que são “a cara da instituição”.

Resumidamente, esses atributos são tudo aquilo que a instituição tem ou faz de melhor. São aqueles aspectos positivos e fortes que são realmente capazes de destacá-la perante os concorrentes.

Uma dica importante para se diferenciar é investir em uma sólida presença de marca. Ao trabalhá-la efetivamente será possível para a sua instituição de ensino fixar-se na mente do consumidor (potencial aluno). Isso porque através do Branding Educacional é possível tornar factível o sucesso da sua marca. 

Sua instituição de ensino ainda não pratica do Branding Educacional? Então te convidamos a conferir nosso conteúdo sobre esse assunto e verificar quantos leads você pode estar perdendo. 

Branding Educacional - Rubeus

2º) Realize a Análise SWOT Educacional

Tendo em vista os múltiplos desafios impostos pelo setor educacional, conhecer o cenário no qual se está inserido  é essencial para  diferenciar-se.

A Análise SWOT Educacional é uma ferramenta gerencial que permite uma visão detalhada sobre as forças atuantes sobre sua instituição de ensino. Ou seja, ela consiste em uma análise ambiental que proporciona informações essenciais para uma atuação estratégica.

Através de sua utilização, é possível identificar seus pontos fortes e fracos presentes no ambiente interno, além das oportunidades e ameaças presentes no ambiente externo  à  instituição.

Para entender como essa ferramenta pode direcionar a atuação das IEs, confira nosso blog post. Você também pode fazer o download do nosso Kit para realização da Análise SWOT Educacional.

Análise SWOT Educacional - Rubeus

Após realizar a Análise SWOT Educacional, é interessante levantar todos os resultados obtidos e elaborar práticas que “conversem” com as informações encontradas através da análise. Ou seja, definir ações para potencializar os pontos positivos encontrados e para minimizar os impactos dos negativos.

3º) Adote a cultura do atendimento de excelência

Você já reparou que quando avaliamos uma empresa, a primeira coisa que lembramos é a forma como somos tratados por ela?

Segundo números disponibilizados pela NeoAssist:

Ilustração com estatísticas que demonstram como oferecer um bom atendimento contribui para uma experiência de alto nível.

Para tornar uma IES referência um dos primeiros pontos de atenção é a forma de atender.

Dessa forma, oferecer um atendimento de qualidade é essencial para proporcionar uma experiência completa de encantamento. Por isso, é indispensável que as instituições saibam tudo sobre esse assunto. Afinal, se o Marketing é a alma do negócio, o atendimento é o coração. 💚

Excelência no atendimento educacional - Rubeus

Além disso, cultivar uma comunicação personalizada, direcionada a cada etapa da Jornada de Compra Educacional dos potenciais alunos pode ser decisiva para levá-los à efetivação da matrícula.

Nesse caso, é recomendável a utilização de uma ferramenta específica que profissionalize a forma como os contatos são realizados. Um exemplo é o CRM Rubeus.

Ao desenvolver um atendimento de excelência fica mais fácil conquistar a confiança dos potenciais alunos. Além disso, é possível aumentar a captação e retenção de alunos, destacando, assim, a instituição no cenário educacional. No entanto, o processo de construção da confiança é bem mais complexo do que podemos imaginar.

Por isso, desenvolvemos e testamos internamente uma técnica conhecida como 8 fontes de confiança, que pode ser adaptada à estrutura da sua IE.

Essas fontes são: Autoridade, Afinidade, Credibilidade, Longevidade, Celebridade, Familiaridade, Localização e Demonstração. Para saber mais sobre cada uma dessas solicite nosso e-book sobre o tema:

E-book 8 fontes de confiança - Rubeus

4º) Construa um website que converte

O quarto passo a ser realizado é a construção de um website para a instituição de ensino.

Aliado à elaboração, é essencial pensar em práticas de otimização para tornar a experiência de navegação realmente efetiva.

Isso porque quando o objetivo é tornar e (manter) uma IES referência é preciso pensar em oportunidades de facilitar o contato com o potencial aluno. E o website é uma ótima forma de fazer isso. Quando bem trabalhado e otimizado, ele é capaz de transformar meros visitantes em alunos.

Uma alternativa para potencializar o seu website é investir em Conversion Rate Optimization (CRO) – Otimização da Taxa de conversão para educação. A CRO é uma estratégia inteligente pela qual é possível oferecer um website atrativo e de qualidade. 

É interessante que o website  tenha como principal foco a conversão. Por sua vez, para que isso seja possível faz-se necessário que, por meio dele, se consiga realizar três ações:

  • fornecer conteúdo relevante;
  • criar um excelente discurso de condução;
  • utilizar gatilhos mentais  em todas as fases do funil (CTAs).

Dessa forma, será possível aumentar, consideravelmente, a quantidade de visitantes em alunos.

Sabendo da importância de possuir um website orientado a conversão, elaboramos um diagnóstico que permite uma visão do quão otimizado é o website da sua instituição.

Devido à personalização e análise apurada, esse diagnóstico possui um tempo limitado para solicitação. Por isso, para que você garanta o seu desde já, aconselhamos que solicite-o quanto antes:

Mapeamento de experiência digital da sua IE - Rubeus

5º) Invista em Marketing de Conteúdo Educacional

O Marketing de Conteúdo Educacional vai além de uma estratégia de produção de conteúdo. Ele tem como missão ajudar os potenciais alunos na tomada de decisão.

Por meio da entrega de conteúdos relevantes é possível auxiliar o potencial aluno a tomar decisões mais seguras e esclarecer suas dúvidas.

Para a produção de conteúdo ser mais direcionada é preciso trabalhar, conjuntamente, o Funil de Captação de Alunos. Assim, será possível identificar qual o conteúdo mais relevante para o lead, levando em consideração o estágio de compra no qual ele encontra-se. 

Funil de Captação de Alunos - Rubeus

Por exemplo, no início do processo, o interessado está na fase de Descoberta. Por isso, possui um alto nível de curiosidade. Nesse momento, você precisa fornecer informações mais gerais, pois o seu lead ainda não está preparado para um conteúdo mais específico de compra. 

Na etapa final da jornada, esse potencial aluno está interessado em obter informações mais factíveis e direcionadas. Portanto, é interessante que você direcione a ele conteúdos estratégicos de venda com temas como a aceitação da instituição no mercado de trabalho e  dados consolidados do MEC, por exemplo. 

Tenha acesso a dicas de conteúdos divididos por etapas do funil gratuitamente! Solicite o seu e-book agora mesmo. 

Exemplos de conteúdos por nível de ensino e etapas do funil - Rubeus

 

6º) Realize pesquisas de satisfação

Sem dúvidas, ter potenciais e atuais alunos satisfeitos é um fator essencial para tornar uma IES referência.

Através das pesquisas de satisfação é possível ouvir o aluno, e, assim, identificar o que precisa ser alterado, bem como o que a instituição tem feito que tem sido relevante.

Basicamente, elas direcionam os esforços, contribuindo para que o desempenho seja positivo. Além disso, quando bem realizadas, permitem que a IE supere seus concorrentes e se torne autoridade. 

Após identificar os desejos e necessidades dos atuais e potenciais alunos fica mais mais fácil oferecê-los aquilo que eles desejam. Resultado? Aumento das chances de ir além e proporcioná-los uma experiência de alto nível.

Independentemente da estratégia escolhida pela instituição para a realização das pesquisas de satisfação, uma coisa é certa: elas precisam ser o mais transparentes e objetivas possível. Além de serem utilizadas para a definição de melhorias e potencialização de pontos positivos da IE. 

📌Conheça o aplicativo de monitoramento da satisfação da Rubeus.

Conclusão

Para construir uma IES referência é preciso atuar em diversas esferas, através de ações eficientes. Para isso, é essencial conhecer os aspectos que, porventura, possam interferir-la. 

Desenvolver e destacar atributos relevantes, realizar a Análise SWOT Educacional, desenvolver um website otimizado que seja direcionado à conversão, implantar a cultura de excelência no atendimento, produzir conteúdos relevantes e realizar pesquisas de satisfação são ações indispensáveis para tornar uma IES referência.  

Agora que você conhece essas estratégias que tal compartilhar esse conteúdo? E caso tenha alguma dúvida, envie-nos uma mensagem pelo chat! 😉

*Blog post revisado em 28/08/20.
Receba dicas de captação e retenção de alunos!

Receba quinzenalmente dicas, ideias e inspirações sobre como captar e reter alunos de forma sustentável.

Tenha acesso a ferramentas, processos e boas práticas para tornar sua instituição de ensino referência no mercado educacional.

[yuzo_related]