Estruturar um eficiente processo de captação de alunos para cursos profissionalizantes é fundamental quando o assunto é atrair mais leads e transformá-los em matriculados. Com o intuito de te ajudar, reunimos, neste blog post, informações essenciais para a sua instituição de ensino começar o quanto antes a potencializar os seus resultados.

Você sabe como transformar seus cursos profissionalizantes em uma máquina de matrículas? Descubra hoje como fazer isso na prática, lendo esse blog post até o final. 

Introdução

Você já parou para pensar por que muitas instituições de ensino possuem dificuldades em gerar mais receita, ao passo que outras conseguem obter sucesso no médio e longo prazo?

Uma resposta capaz de explicar de forma sucinta e objetiva é o investimento na oferta dos chamados cursos profissionalizantes.

A grande verdade é que, por muito tempo, os cursos profissionalizantes sofreram uma espécie de “preconceito” quando comparados aos cursos superiores. Dessa forma, eles acabaram sendo colocados em segundo plano. 

Contudo, esse formato de ensino pode sim ser eficiente e rentável para a sua instituição de ensino. Ou seja, os cursos profissionalizantes podem ser uma ótima oportunidade de gerar mais receita. E foi isso que muitas IEs enxergaram, principalmente com o aumento da procura por esse tipo de formação.

IES referência - Rubeus

Assim, surge, consequentemente, um grande desafio: conseguir desenvolver estratégias de atração e conversão efetivas para destacar-se nesse cenário em relação à concorrência.

Quando avaliamos a harmonia das ações comerciais das instituições de ensino, concluímos que todo o processo de captação para essa modalidade requer um sólido relacionamento com alunos e prospects.

Muitas instituições vendem a imagem de que os cursos profissionalizantes são apenas uma forma de se “comprar” horas complementares (requisitos para a graduação). E, por isso, acabam negligenciando tarefas importantes de marketing e vendas.

Hoje, veremos que não é bem assim que acontece na prática. Aliás, ao longo do conteúdo, reunimos boas razões para a sua IE começar a investir em estratégias de captação de alunos para cursos profissionalizantes. 

Mas, antes, vamos realizar um panorama geral, repassando algumas informações essenciais. 

O que são cursos profissionalizantes? 

Os cursos profissionalizantes são caracterizados por possuírem uma abordagem mais específica. Ou seja, mais voltada para o mercado de trabalho. 

Diferentemente dos cursos acadêmicos, eles geralmente não exigem pré-requisitos e são direcionados para profissionais que desejam aprimorar competências úteis para a sua área de trabalho.

Isso significa que, geralmente, os cursos profissionalizantes são curtos e direcionados para aquelas pessoas que buscam se atualizar em um assunto bem específico e de forma rápida. E

Por sua flexibilidade e curta duração, eles podem ser bastante atrativos por pessoas que já possuem qualificação. Isso porque os cursos profissionalizantes podem servir como uma forma de preencher algumas lacunas no currículo, por exemplo.

Esse tipo de curso geralmente não exige muitos pré-requisitos. Isso quer dizer que mesmo aqueles que não cursam ou que não estão cursando o ensino médio podem se matricular em um curso profissionalizante. Assim, eles constituem-se como uma excelente oportunidade para os estudantes que desejam aprender uma nova habilidade e saírem mais “maduros” para iniciarem sua jornada no cenário acadêmico bem como no mercado de trabalho.

Após concluir a última etapa da educação básica, sabemos que é muito difícil entrar no mercado de trabalho. Dessa forma, procurar uma formação correlata irá agregar (e muito) à formação profissional, aumentando, assim, as opções de atuação dentro de determinado segmento escolhido pelo aluno. 

Portanto, uma coisa é certa: com os cursos profissionalizantes torna-se possível o aprimoramento de conhecimentos e habilidades. Fator que aumenta consideravelmente as chances daquelas pessoas que, às vezes, não possuem tempo e nem recursos para ingressar no ensino superior, de adentrar o mercado de trabalhado .

Prova da valorização desse tipo curso é que, em 2018, o Senac EAD registrou um crescimento de 97% nas matrículas de cursos livres a distância. Número que ilustra o quão relevante e urgente é a necessidade de se investir em ações eficazes de captação de alunos para cursos profissionalizantes.

Por que investir em cursos profissionalizantes? 

Para que você visualize, na prática, a importância de investir na captação de alunos para cursos profissionalizantes, nós reunimos alguns de seus principais benefícios, veja:

Captação de alunos para cursos profissionalizantes - Rubeus

  • Atratividade

Por possuir uma abordagem mais curta, os cursos profissionalizantes tendem a ser mais atrativos, influenciando diretamente a decisão do prospect. A tendência é atrair aqueles potenciais alunos que estão em uma fase mais voltada para o mercado de trabalho. 

Além disso, esses cursos são mais propensos a atrair e engajar aqueles leads indecisos. Uma vez que a possibilidade do aluno fazer a escolha certa pela profissão é bem maior, pois ele tem a chance de vivenciar a experiência profissional na prática. 

A consequência disso? Diminuição da taxa de evasão de muitos dos seus cursos superiores por alunos que descobrem que determinado curso não é exatamente o que procuravam.

  • Maior lucro 

Sua abordagem mais direcionada para o mercado de trabalho permite que o custo-benefício dos cursos profissionalizantes sejam vistos de forma mais estratégica pelos leads. Resultado? Maiores níveis de captação de alunos.

Além disso, se acaso eles realmente se identifiquem com a área, poderão continuar os estudos e fazer uma graduação. E, assim, contribuir para que a sua IE continue lucrando ao longo do tempo.

Dessa maneira, mesmo com um valor menor se comparado aos cursos de graduação, os cursos profissionalizantes conseguem ser mais lucrativos, pois viabilizam que a sua IE venda outros cursos complementares. 

Captação de alunos para cursos profissionalizantes - Rubeus

  • Flexibilidade e rapidez 

A variável tempo de curso é sempre um grande influenciador na hora da escolha de um curso. 

Como vimos, muitas vezes, essa opção de curso é priorizada em comparação com o curso superior por demandar um tempo e entrega (na maioria das vezes) inferior. Assim, as chances dele priorizar a sua IE ao optar por essa modalidade são maiores. 

Isso é muito fácil de ser compreendido. Basta imaginar que um curso profissionalizante tem, em média, de 6 meses a 2 anos de duração, certo? Agora, a maioria dos cursos de graduação são, geralmente, 4 anos. Ou seja, se compararmos, é um tempo reduzido pela metade praticamente.

  • Empregabilidade

É fato que o mercado de trabalho possui uma carência por mão de obra qualificada. Dessa forma, os cursos profissionalizantes tornaram-se uma alternativa mais viável. O que explica o crescimento da procura nos últimos anos, para que as pessoas possam suprir essa escassez e, ao mesmo tempo, ter a possibilidade de inserir-se nele.

Por possuir uma abordagem mais profissional, esse tipo de curso prepara o aluno. O que aumenta significativamente as chances de empregabilidade e qualificação. Com isso, ele não precisará esperar tanto para entrar no mercado de trabalho, recuperando mais rapidamente o investimento feito em sua formação.

Outro fator que contribui para isso é o fato de os alunos já poderem ser indicados para uma vaga de emprego mesmo com o curso em andamento.  

Como ocorre a formação dos cursos profissionalizantes? 

Em resumo, a formação dos cursos profissionalizantes pode funcionar livremente. Isso porque não é necessário o consentimento do Ministério da Educação (MEC), via Secretarias de Educação do Estado. Diferenciando-se, assim, dos cursos técnicos, já que estes precisam do aval do MEC que irá avaliar diversos fatores antes de autorizar o funcionamento.  Nível de especialização do corpo docente, qualidade da infraestrutura e grade curricular, são exemplos.

Muita gente confunde cursos profissionalizantes com técnicos, por isso, veja uma comparação que preparamos: 

Cursos profissionalizantes X cursos técnicos - Rubeus

Ao final do curso, o aluno recebe um certificado de conclusão como forma de comprovar a sua realização. Contudo, por não terem a necessidade de aprovação pelo MEC, os cursos profissionalizantes não emitem diplomas com o selo desse órgão. 

Entretanto, apesar de não demandar autorização, não ser submetido à regulamentação e fiscalização de órgãos competentes, os cursos profissionalizantes podem sim ser fiscalizados. Geralmente, isso ocorre se houver denúncias de irregularidades quanto ao funcionamento ou em casos nos quais houver alunos lesados.

Mas, como vimos, os cursos profissionalizantes estão sendo cada vez mais procurados. Por isso, é imprescindível que as instituições que queiram se tornar referência se inovem constantemente, atualizando os cursos de acordo com a demanda do mercado. 

Mas não é só isso, é preciso também disponibilizar treinamento para os seus profissionais. Sobretudo os do setor de captação de alunos, uma vez que são os responsáveis pelo primeiro contato com os leads.

No blog post abaixo, selecionamos as melhores dicas para que você consiga estruturar um eficiente setor de captação de alunos, não perca tempo e confira! 

Setor de captação de alunos - Rubeus

Veja, na prática, como realizar a captação de alunos para cursos profissionalizantes

Bernardo está no final do 3º ano do ensino médio. Apesar de seus amigos já terem decidido qual curso fazer e em qual instituição de ensino superior ingressar, ele não possui interesse em cursar uma graduação. Isso porque ele considera um investimento muito alto com resultado somente a longo prazo.

Bernardo em dúvida - Rubeus

Por isso, ele já está enviando currículos para diversas empresas, mas não obteve nenhuma resposta. Ele já sabe o quão difícil será conseguir o primeiro emprego uma vez que não possui experiência profissional e qualificação. 

Um dia estava na aula e teve a visita de representantes da instituição de ensino “Cursos Profissionalizantes Exemplo”. Eles contaram um pouco sobre os cursos oferecidos e as possibilidades ampliadas no mercado de trabalho. Ressaltaram ainda as parcerias que a instituição possui com empresas da região. 

Ainda disponibilizaram um desconto de 30% na mensalidade para as primeiras 50 pessoas que realizassem a matrícula, além de isenção da taxa. Tudo isso estava explicado detalhadamente no panfleto entregue. Aliás, nele constava também os valores das mensalidades dos curso com desconto, o link do website para mais informações e os documentos necessários para realizar a matrícula.

Bernardo ficou muito entusiasmado, pois se interessou demais pelo curso de Auxiliar Administrativo. Uma vez que há muita oferta de emprego e uma vasta área de atuação. Chegou em casa e conversou com os seus pais, que concordaram ser uma excelente oportunidade para ele se qualificar e ter maiores chances de competir pelas vagas de emprego disponíveis.

Ademais, também acharam que a mensalidade do curso era acessível e compatível com a renda familiar deles. Por isso, incentivaram-o a efetivar sua matrícula no mesmo dia. Ao comparecer na instituição, Bernardo ficou impressionado com o ótimo atendimento e agilidade de  todo o processo, deixando-o com a plena certeza que fez a escolha certa.

Esse foi apenas um exemplo de uma prática que a sua IE pode adotar para atrair mais alunos (na situação acima foi através do Marketing de Guerrilha, com a oferta de desconto e parceria com empresas). Mas há outras, como conceder benefícios e descontos aos alunos por meio de convênios, atividades extras (palestras e eventos, por exemplo) e publicação de cases de sucesso.

💡 Lembre-se: captar mais depende do quanto você consegue agregar valor às suas personas. Portanto, ofereça aquilo que elas realmente veem como um grande diferencial.

Quer saber mais sobre como realizar poderosas estratégias de Marketing de Guerrilha? Leia o blog post completo que preparamos para você, clicando aqui ou na imagem abaixo:

Marketing de Guerrilha CTA - Rubeus

4 dicas para gerar mais receita através de uma captação de alunos para cursos profissionalizantes efetiva

  • Crie relacionamento (envie SMS, e-mails e newsletter segmentados)

Nossa primeira dica para estruturar uma captação de alunos para cursos profissionalizantes que seja realmente efetiva é a criação (e manutenção) de um bom relacionamento com o aluno.

Ao estabelecer um bom relacionamento com seus alunos é possível conhecê-los. Assim, será possível se comunicar com eles de forma individualizada.

Não adianta enviar uma mensagem divulgando um curso de “Auxiliar de Logística” para um aluno de Ciências Contábeis. É importante enviar a mensagem certa, para a pessoa certa, no momento certo.

Podemos dividir o sentimento de receber uma mensagem em 3 momentos de emoção:

  • Quando somos notificados da mensagem;
  • Ao conferimos o remetente;
  • No momento em que lermos a mensagem.

A primeira emoção normalmente é a empolgação. Criamos expectativa ao descobrirmos que alguém nos enviou uma mensagem. Automaticamente temos curiosidade em saber do que se trata. Essa emoção varia de acordo com o volume e qualidade das mensagens que recebemos daquele canal.

A segunda emoção depende da imagem que temos do remetente. Se você só recebe ofertas desinteressantes daquele remetente vai se frustrar ao descobrir sua identidade. Mas se você recebe conteúdos relevantes desse remetente vai ficar novamente empolgado(a) ao saber que algo interessante chegou.

A terceira e última emoção depende da mensagem. Se ela for relevante e interessante para o aluno, ele fica animado com a informação e potencialmente manifesta seu interesse. Se ela for desinteressante, ele vai se decepcionar (caso estivesse empolgado – com expectativa) ou reforçar sua frustração.

Com isso temos quatro cenários:

1 – empolgado – frustrado – frustrado;

2 – empolgado – frustrado – animado;

3 – empolgado – empolgado – decepcionado;

4 – empolgado – empolgado – animado.

Obviamente o cenário 4 é fruto da imagem formada pelas diversas experiências do aluno com a instituição. Uma mensagem relevante contribui para melhorá-la, mas essa é apenas uma ação de um conjunto que compõe o relacionamento.

  • Realize o acompanhamento (registre interesses e sugestões)

Nossa segunda dica é essencial para potencializar a sua captação de alunos para cursos profissionalizantes.

Ouvir seus alunos é uma ação fundamental para atendê-los. Se quer saber o que vai ser interessante para eles, pergunte-os. Por isso, disponibilize um canal em que seus alunos possam comunicar quais cursos gostariam que fossem ofertados em sua IE.

Uma coisa importante sobre sugestões: timing. Um canal eficiente de sugestões é aquele que está presente no momento do insight.

Uma boa prática é possibilitar que seu aluno sugira uma oferta no mesmo local onde está procurando por um curso. Que tal disponibilizar essa opção e ainda reforçar a sugestão quando o aluno procura um curso e não encontra?

Outra forma interessante de incentivo é oferecer descontos para os alunos que indicarem cursos (quando estes forem ofertados).

  • Aposte no poder da influência (promova indicações de amigos)

A terceira dica para uma captação de alunos para cursos profissionalizantes é a influência. Tudo bem, isso você já deve estar cansado de saber, mas o importante é que ainda funciona, e muito bem! É muito comum que alunos com o mesmo perfil e/ou vivendo momentos semelhantes se conheçam e exerçam influência nas decisões uns dos outros.

Por isso, ofereça descontos progressivos para alunos que indiquem amigos.

Para cada aluno matriculado, através de uma indicação, pode ser concedido um desconto de 10% sobre o valor do curso, por exemplo.

A melhor divulgação é a indicação de um aluno.

Outra forma de valorizar as indicações é oferecer um desconto por uma lista de amigos que podem se interessar pelo curso. Por exemplo, oferecer 20% de desconto por uma lista (com contato) de 10 pessoas (que não estudem na instituição) com o perfil daquele curso.

De novo, o timing é muito importante. O melhor momento para receber as indicações é na inscrição/matrícula do aluno. Ajude-o a se lembrar, levante os perfis dos indicados e faça ligações!

  • Invista em tecnologia (facilite a matrícula)

É inacreditável, eu sei. Mas ainda existem instituições que exigem a inscrição/matrícula presencial. Se esse é o seu caso, comece a fazer diferente agora!

Seu aluno estará usando a internet quando decidir matricular-se em um curso (e provavelmente pelo celular). Não exija que ele vá até a instituição para fazer a inscrição. E, essa é a nossa quarta dica para alavancar a sua captação de alunos para cursos profissionalizantes. 

Veja bem, quando você exige que o seu lead vá até a sua IE abre espaço para vários contratempos. Até lá, a namorada dele faz aniversário, o filme preferido passa no cinema, ele dorme e pensa “melhor”. A fatura do cartão chega e ele não faz a inscrição. 

O indispensável aqui é entender que há milhares de distrações que podem parecer “mais importantes” ao seu aluno. Por isso, é fundamental que você não coloque impeditivos no momento em que ele decidir pela sua IE.

Conclusão

Os cursos profissionalizantes já são a escolha de muitos alunos. Eles veem uma oportunidade de se qualificarem de forma mais rápida e flexível e com grande empregabilidade. Portanto, investir na captação de alunos para cursos profissionalizantes é indispensável.

Consequentemente, muitas instituições de ensino perceberam a atratividade e maior lucro provenientes dessa modalidade de ensino. Por isso, começaram a ofertá-la, acirrando a concorrência.

Dessa maneira, para destacar-se nesse cenário, é essencial desenvolver estratégias de captação de alunos para cursos profissionalizantes. Dentre elas estão a criação de um relacionamento, realizar o acompanhamento, apostar no poder da influência realizada pela indicação de amigos e o uso de tecnologia.

E você, já utiliza alguma das dicas que conversamos hoje para turbinar sua captação de alunos para cursos profissionalizantes? Conte-nos sua experiência! 😉

 

Receba dicas de captação e retenção de alunos!

Receba quinzenalmente dicas, ideias e inspirações sobre como captar e reter alunos de forma sustentável.

Tenha acesso a ferramentas, processos e boas práticas para tornar sua instituição de ensino referência no mercado educacional.