Com uma alta influência nos resultados de captação e permanência, o engajamento de alunos é um importante tema a ser considerado e trabalhado pelas instituições de ensino. Descubra agora se sua instituição de ensino está auto sabotando os resultados!

Neste blog post, reunimos 12 dicas a serem consideradas na elaboração de ações com o objetivo de aumentar o engajamento de alunos, atuando nas esferas comportamental, emocional e cognitiva. Boa leitura!

Introdução

Sabemos que o engajamento é um fator imprescindível para a captação de novos alunos, bem como para a permanência dos que já compõe o seu quadro de discentes. 

Porém, muitas vezes é desafiador promovê-lo no dia a dia da rotina institucional, o que acaba gerando um sentimento de que ele pode ser postergado. Contudo, muitas evasões poderiam ser evitadas caso o fator engajamento fosse trabalhado proativamente.

Mas então, o que deve ser feito? 

É comprovado que a incorporação de ações que visam o engajamento de alunos têm a capacidade de aumentar significativamente o envolvimento dos mesmos. Para isso, o engajamento deve ser trabalhado em três grandes e diferentes esferas: emocionalmente, cognitivamente e também comportamentalmente. Assim, torna-se possível influenciar o aprendizado e o conhecimento dos alunos, além de trabalhar estrategicamente com vistas à educação continuada.

Neste conteúdo, reunimos 12 dicas sobre o engajamento de alunos, mas por ora, vamos começar pelo básico:

No que consiste o engajamento de alunos e por que trabalhá-lo?

De acordo com o Dicionário Português, engajamento consiste em:

“Ato ou efeito de engajar, de participar colaborando com alguma coisa.”
“Busca de membros ou de pessoas interessadas em partilhar uma causa.”

Aplicando esse conceito no cenário educacional, podemos dizer que o engajamento de alunos consiste na chave secreta do aprendizado. Isso porque quando os alunos participam ativamente conseguem enxergar sentido em continuar os estudos. Ou seja, entendem como essa experiência contribui, não somente para o sucesso de sua vida profissional, mas também para a pessoal.

Ao longo de 4 ou 5 anos (tempo médio de um curso de graduação) o aluno está suscetível a desmotivação devido à diversos fatores. Esses, por sua vez, podem ser tanto pessoais (instabilidade financeira, dificuldade em conciliar estudos e trabalho, dentre outros) quanto institucionais (falta de aporte tecnológico, deficiência no suporte/atendimento humano e baixa qualidade de ensino, etc). 

Engajamento de alunos - Rubeus

Infelizmente, por ser um sentimento sutil, a desmotivação é difícil de corrigir. Além de ser  prejudicial para a dinâmica da sala de aula. Isso porque, a falta de engajamento de alunos tende a minar a energia positiva que as IEs visam tanto para obter sucesso na Gestão de Permanência.

Frente a isso, a fim de trabalhar contra a desmotivação, as instituições de ensino devem implantar atividades de aprendizagem como forma de incentivar o envolvimento do aluno, exercitando, assim, fatores comportamentais, emocionais e cognitivos.

Mas, afinal, como trabalhar o engajamento de alunos? 

Para manter os alunos envolvidos na aprendizagem, existem práticas eficazes que as instituições de ensino podem incorporar na rotina institucional. Reunimos, abaixo, 12 delas, veja:

  • Fortaleça o elo entre alunos e professores

Por estarem em contato direto com os alunos, os docentes possuem um alto poder de influenciá-los. E, por isso, podemos considerá-los “elos” entre a IE e os alunos. 

Pensando nisso, é preciso aproveitar esse relacionamento de forma inteligente: os professores precisam desenvolver uma estratégia que realmente funcione como um plano instrucional. 

Dessa forma, os professores devem investir em um plano de aula, o que ajudará na definição de ações estratégicas e no alcance efetivamente dos objetivos de aprendizado desejados. 

Precisa de alguma inspiração para elaborar o seu plano de marketing? Dá uma olhada neste conteúdo:

Templates para profissionais da educação: tudo o que você precisa em um só lugar - Rubeus

  • Crie um ambiente favorável para a comunicação

Nossa segunda dica para aumentar o engajamento de alunos é incentivar a comunicação. Criar um ambiente que permita ao aluno expor o que está sentindo, além de ouvir suas respostas e dúvidas é primordial para fazê-lo se sentir “parte do time”.

Além da comunicação entre o professor e o aluno, é preciso incentivar também o debate em sala de aula. Portanto, faça perguntas e crie situações que desafiem as ideias pré-concebidas dos estudantes.

  • Trabalhe assuntos em tempo real 

O mundo está cheio de informações e histórias interessantes que podem ser trabalhadas nas aulas. Assim, é possível transmitir o sentimento de pertencimento (isso contribui muito para que o aluno sinta-se conectado com a realidade à sua volta). 

Engajamento de alunos - Rubeus

Estabelecer conexões com eventos mundiais envolverá os alunos e fará com que sintam que estão aprendendo informações realmente relevantes. Organizar palestras, envolver convidados e promover seminários, são algumas dicas a serem trabalhadas. 

  • Utilize a tecnologia a seu favor

É inegável a influência que a tecnologia exerce sobre os estudantes. Então por que não utilizá-la a favor da sua instituição de ensino? 

Smartphones, tablets e outros dispositivos tecnológicos são uma ótima oportunidade para o envolvimento dos alunos no mundo on-line atualmente. 

Além disso, sites e aplicativos interativos, quando usados de forma inteligente, permitem a imersão completa dos alunos, fazendo com que eles fiquem completamente envolvidos na sala de aula. 

  • Adote metodologias de ensino inovadoras

As metodologias ativas de ensino foram desenvolvidas com o objetivo de dar mais autonomia aos alunos. E, assim, coloca-los como protagonistas do processo de aprendizagem. O professor atua como um mediador desse processo sanando dúvidas e estimulando a reflexão e participação dos alunos.

Outro ponto interessante desta metodologia é o trabalho de compartilhamento do saber que ocorre entre os alunos. Esse estímulo promove o maior engajamento no debate em sala e desperta o senso crítico dos estudantes.

A modalidade de ensino híbrido é uma boa ação prática para incluir metodologias ativas em sua IE. Ela une o aprendizado on-line e off-line com modelos que alternam momentos em que o estudante trabalha sozinho no ambiente virtual com outros em sala de aula, interagindo presencialmente com colegas e professores. Já pensou em incorporá-lo em suas estratégias?

Precisa de alguma inspiração? Dê uma olhada neste conteúdo:

  • Incentive a autonomia 

Quando a instituição de ensino adota medidas de incentivo à autonomia do aluno, o senso de controle tende a ser um fator motivador por despertar um sentimento de empoderamento. 

O suporte à autonomia pode ser implementado por meio de ações como:

  1. Acolher as opiniões e idéias disponibilizadas pelos alunos;
  2. Conceder aos alunos o tempo necessário para entender e absorver uma atividade sozinhos;
  3. Dar liberdade para realizarem pesquisas e atividades fora da sala de aula.
  • Promova o sentimento de pertencimento

Todo mundo quer se encaixar e sentir que faz parte do time. É como uma peça de quebra-cabeça que tem a capacidade de completar todo o resto.
Promova o sentimento de pertencimento - Rubeus

Os alunos querem se sentir confiantes de que estão contribuindo para a dinâmica da IE, principalmente dentro da sala de aula. Assim, quanto maior for esse sentimento de pertencimento, maior tende a ser a resposta no que tange o engajamento de alunos.

Aqui, a dica é desenvolver experimentos, projetos e incentivar o trabalho em grupo. Sua IE pode optar por ações que exercitem os pontos fortes, além de atividades que incentivem os alunos a saírem da zona de conforto. 

  • Praticar a empatia

Como ressaltamos no blog post A empatia na educação e sua importância para uma experiência de alto nível, é fundamental estender essa prática ao longo de todas as etapas da Jornada de Compra Educacional.

Quando a empatia é trabalhada e transmitida ao aluno, o comprometimento aumenta. Isso porque ele percebe que a IE, e todos os que a compõe, realmente estão ali para ajudá-lo. Além disso, já é comprovado que as instituições de ensino que criam um ambiente seguro e agradável conseguem diminuir as suas taxas de evasão.

  • Utilize estratégias educacionais de ensino-aprendizagem

As estratégias educacionais de ensino-aprendizagem consistem em técnicas que, através de ações direcionadas e planejadas, possuem o objetivo de alavancar a aprendizagem através de criação de condições favoráveis.

Dentre essas condições favoráveis estão as aulas práticas. Essas, quando bem planejadas, possibilitam que os alunos adquiram o conhecimento através do chamado “mão na massa”. Ou seja, mesclando a teoria à prática. 

Confira algumas técnicas para isso:

Estratégias educacionais de ensino-aprendizagem - Rubeus

  • Incentive a cooperação 

Com o intuito de incentivar a cooperação e o aprendizado colaborativo, a dica é incentivar o trabalho em equipe. Ou seja, incentivar que o aluno crie vínculos e uma rede de amizade e de apoio na qual ele saiba que possa sempre contar para ajudá-lo, seja no que for.

Ao incentivar a interação entre os alunos, promove-se um espaço favorável para a troca de opiniões e experiências. Assim, os estudantes ficarão mais confiantes.

  • Forneça feedback regularmente

Não basta apenas identificar o ponto fraco (ou seja, o mais suscetível à evasão) do aluno, é preciso também passar para ele uma explicação do que precisa ser melhorado. 

Quando os alunos recebem feedback regular sobre o seu desempenho, respondem mais positivamente e lembram-se da experiência do que está sendo aprendido. Além de perceberem que não estão sozinhos. 

  • Preze pela qualidade do atendimento 

De acordo com os levantamentos realizados pela NeoAssist, cerca de 87% das pessoas já deixaram de comprar de uma determinada marca devido ao nível do atendimento prestado. A pesquisa mostrou também que 62% julgaram de extrema importância a qualidade do atendimento para a tomada de decisão.

atendimento de qualidade influencia diretamente no engajamento de alunos e, portanto, a vontade da compra. Por isso, ele deve ser trabalhado por sua instituição de ensino. Através de ação simples, pode-se verdadeiramente revolucionar a forma como seus alunos percebem sua IE.

Além disso, aposte em um time de especialistas para compor sua Central de Atendimento. No infográfico abaixo, elencamos 4 dicas que podem te ajudar a alcançar esse objetivo, veja:

Infográfico Relacionamento com Aluno - Rubeus

A importância do engajamento de alunos para a Gestão da Permanência

A evasão de alunos é uma variável assustadora para as instituições de ensino. Infelizmente, os índices de desistências, por ano letivo, são cada vez mais preocupantes. Além disso, eles demonstraram uma situação alarmante para a saúde financeira das IEs à longo prazo.

Para se ter uma ideia, de acordo com Censo da Educação superior de 2018, a taxa de desistência, em instituições de ensino privadas, cresceu de 56,8 em 2015 para 59,9 em 2016. Além disso, a taxa de permanência variou negativamente de 8,6 em 2015 para apenas 3,7 em 2016.

Com o intuito de evitar essa situação, percebe-se a importância do desenvolvimento de ações preventivas. Quando sua instituição de ensino incentiva proativamente o engajamento de alunos, está trabalhando não somente a captação, mas também a permanência dos alunos. Isso porque estará incentivando a sua continuidade, dia após dia, sem abrir espaço para o sentimento de desmotivação.

Saiba mais sobre a permanência de alunos, leia nosso guia completo:

Guia gestão da Permanência - Rubeus

Conclusão

O engajamento de alunos é um fator primordial para a obtenção de bons resultados. Para desenvolvê-lo cabe a IE elaborar ações e estratégias a fim de envolver os alunos de forma estratégica. 

Dentre as dicas citadas podemos ressaltar a ênfase em um atendimento de qualidade, o incentivo à autonomia, à cooperação e a interação entre os alunos, o debate de assuntos atuais e a utilização de estratégias educacionais de ensino-aprendizagem.

Por fim, ao atuar estrategicamente a instituição estará atuando preventivamente contra a evasão de alunos. Uma vez que trabalhar com vistas à Gestão da Permanência de alunos. 

Agora queremos saber de você: como sua instituição de ensino está trabalhando o engajamento de alunos? Conte-nos sua experiência!

Plataforma Rubeus

Receba dicas de captação e retenção de alunos!

Receba quinzenalmente dicas, ideias e inspirações sobre como captar e reter alunos de forma sustentável.

Tenha acesso a ferramentas, processos e boas práticas para tornar sua instituição de ensino referência no mercado educacional.