O principal objetivo dos profissionais de educação é garantir um aprendizado sólido, envolver os alunos e fazê-los serem protagonistas de sua trajetória educacional. Se você é um profissional da educação, muito provavelmente esse conteúdo poderá ser uma boa fonte de insights. Por isso, é para você que queremos expor nossas 6 dicas de como melhorar a aprendizagem dos alunos. Vem com a gente?

Elencamos alguns materiais complementares ao longo do conteúdo para tornar a sua experiência mais completa! Já aproveitamos para te convidar a nos contar, nos comentários, se você tem alguma técnica especial de como melhorar a aprendizagem dos alunos.

E aí, podemos começar? Boa leitura!

Introdução

Como criar estratégias inteligentes para envolver os alunos e promover uma melhor a aprendizagem dos alunos em um mundo no qual “todo mundo” segura um smartphone? Realizar uma factível avaliação dos alunos tornou-se extremamente desafiador. Isso porque é cada vez mais difícil capturar a atenção dos estudantes.

Alguns não prestam atenção nas aulas, ao passo que outros saem de sala assim que a chamada é realizada. No ensino híbrido, as dificuldades aumentam: alunos que não comparecem aos encontros síncronos, câmeras desligadas, ausência de interação…. 

A boa notícia é que existem métodos e ferramentas que podem ser utilizadas para capturar a atenção dos alunos e, assim, melhorar o resultado da aprendizagem. É hora de descobrir quais são eles!

Ilustração

A importância de focar na assimilação do conteúdo

Dentre as práticas que podem ser eficazes em momentos como esse estão as atividades que priorizem a assimilação do aprendizado e não apenas na quantidade de conteúdo lecionado

Em suma, isso significa que estudar precisa ser atrativo, precisa levar o aluno a agregar valor ao processo (experiência do estudante). Quando há uma preocupação maior com a quantidade de conteúdo o aluno tende a se sentir pressionado e perder de vista a perspectiva de que é um conteúdo que irá contribuir para a sua formação enquanto profissional e, até mesmo, pessoal. Dessa forma, a tendência é que ele passe a enxergá-lo como “mais um conteúdo sem valor que jamais vou utilizar no dia a dia da minha profissão”.

Inclusive, já é comprovado pela ciência que estudar muito, prática conhecida entre os especialistas como Overlearning, prejudica o aprendizado. Mas, por que isso acontece? A explicação está no fato de que a capacidade de relembrar um conteúdo possui um limite proporcionalmente menor se comparado à capacidade de estudo. 

Tudo isso também é explicado pela Pirâmide de Aprendizagem de William Glasser que veremos a seguir.

👉🏻 Você sabia que a experiência do estudante é um fator indispensável para o engajamento do aluno com o processo de aprendizagem? Pegue dicas poderosas em nosso conteúdo “Experiência do estudante: como criar experiências memoráveis”. 

Como o aprendizado acontece?⠀

O psiquiatra americano William Glasser aplicou sua teoria acerca do aprendizado. Ele concluiu que não deve-se trabalhar o processo de aprendizagem fundamentando-o em técnicas como memorização. Mas, por que? 

A explicação está no fato de que a grande maioria das pessoas simplesmente esquecem conceitos rapidamente. Traduzindo essa ideia nas salas de aula, podemos dizer que muitos alunos esquecem, facilmente, dos conceitos discutidos assim que a aula termina. 

Segundo Glasser, o aprendizado acontece:

A pirâmide de aprendizagem de William Glasser

Tendo em vista as perspectivas expostas por Glasser, separamos abaixo 6 dicas sobre como melhorar a aprendizagem dos alunos. Nossas dicas são primordiais e, cientificamente, comprovadas e, portanto, ajudam a promover a aprendizagem ativa.

Já pegou o seu bloquinho de anotações ou favoritou esse conteúdo para tê-lo sempre à mão? Aproveite também e compartilhe esse material com alguém! 

Vamos lá?

6 dicas que não te contaram sobre como melhorar a aprendizagem dos alunos

1) Impeça o esquecimento

Pesquisas comprovam que, ao ser exposto pela primeira vez a algo novo, a chance de retenção do conteúdo é de até 80% caso ele seja revisto em até 24 horas.

Analisando sob outra ótica,  percebeu-se que depois de uma semana, a capacidade de retenção do conteúdo é de 100% caso a  pessoa analise-o por, pelo menos,  cinco minutos depois de seu primeiro contato com o conteúdo.

Por isso, a nossa primeira dica de como melhorar a aprendizagem dos alunos é  reservar tarefas para um outro momento que não seja somente o da sala de aula. As “tarefas de casa” ou trabalhos, apesar de gerarem certa “resistência” por parte dos alunos, são poderosos momentos para impedir o esquecimento do conteúdo.

2) O segredo está em relembrar e não em reler

Nossa segunda dica quando o assunto é como melhorar a aprendizagem dos alunos é o incentivo à prática.

Como vimos esquematicamente na pirâmide de Glasser, os alunos aprendem e absorvem mais através da prática. Ou seja, o famoso “mão na massa”. Em suma, ao ler e reler os materiais temos a errônea impressão de que estamos fixando-o, porém, isso não é verdade. 

Em contrapartida, as pesquisas recomendam que seja utilizado o método de “recordação ativa”. Ou seja, recitar em voz alta todo o conteúdo pode facilitar a associação a longo prazo.

Por isso, incentive os alunos a trocarem percepções uns com os outros. Os famosos trabalhos em grupo podem ser ótimas oportunidades para promover a associação ativa do conteúdo.

👉🏻 Em busca de inspirações sobre como promover o “mão na massa”? Então leia nosso conteúdo: “O que é Learning By Doing e por que sua aplicação é tão eficaz?”.

3) Altere o cenário

Sim, por mais peculiar que isso pareça, mudar o cenário à sua volta pode contribuir para aumentar os níveis de retenção de informações e concentração. 

Falando especificamente das modalidades EaD e ensino híbrido, é importante que os alunos busquem assistir às aulas em diferentes ambientes, uma dica é fazer isso ao ar livre, quando possível. 

Portanto, exercite aulas dentro e fora da sala de aula. Aulas ao ar livre, estudos em bibliotecas, visitas a laboratórios podem ser ótimas práticas quando o assunto é como melhorar a aprendizagem dos alunos.

A seguir veremos mais dicas, mas antes eu tenho um convite especial para você!

Já conhece o @canalrubeus?

Lá, postamos diariamente inspirações e informações valiosas para auxiliar na rotina das instituições de ensino.

Sabemos que no cenário educacional muitas notícias e novidades ocorrem rapidamente. Por isso, nada melhor do que saber delas com prioridade, não é mesmo?

Basta clicar na imagem abaixo e irá abrir uma nova aba que te levará para o nosso perfil. Que tal dar uma olhadinha assim que acabar a leitura aqui? ;D

Quero seguir o @canalrubeus!

4) Adote abordagens ativas

Como vimos acima, é cada vez mais desafiador capturar a atenção dos alunos. Principalmente no ensino superior digital, eles podem ter sua atenção “desviada”, facilmente, para outros elementos, como as redes sociais, por exemplo. Muitas vezes, eles não prestam atenção porque as aulas concentram-se, basicamente, na parte teórica. 

Uma abordagem totalmente nova pode chamar mais atenção. Considere recompensar as participações ativas em aula, implantar ações de gamificação, realizar sessões de brainstorming e criar projetos divertidos que despertem o interesse. 

Um modelo de ensino reformulado melhora os resultados porque tende a chamar a atenção. 

👉🏻 Encontre dicas poderosas de como aplicar diferentes abordagens de aprendizagem em sala de aula. Leia nosso conteúdo: “Abordagem de aprendizagem: conceitos, benefícios e dicas”.

5) Forneça feedback imediato

Os alunos precisam de feedback constante sobre seu desempenho. Esses, por sua vez, permitem que os estudantes tenham um panorama geral do que precisa ser melhorado, além de corroborar para que eles construam uma percepção de proximidade com o docente e, consequentemente, com a IE.

Em vários momentos durante ao longo do curso, os alunos precisam de oportunidades para refletir sobre o que aprenderam, o que ainda precisam saber e como se autoavaliar.

Assim, é importante:

  • Devolver os resultados das avaliações imediatamente, de preferência dentro de uma semana;
  • Agendar reuniões breves com os alunos para discutir pontos de atenção;
  • Prepare problemas ou exercícios que forneçam aos alunos feedback imediato sobre como estão indo;
  • Comunique-se regularmente com os alunos por e-mail sobre vários aspectos da aula.

6) Acompanhe e avalie o desempenho dos alunos

Nossa sexta dica de como melhorar a aprendizagem dos alunos requer a percepção ativa dos docentes. 

Poucos professores avaliam o potencial de aprendizagem de seus alunos. Há aqueles que nem mesmo memorizam o nome deles. Mesmo que indiretamente, isso pode impactar negativamente o desempenho do aluno.

Ilustração

Como alternativa, é importante que a instituição de ensino incentive a proximidade contida na relação docente-aluno, até mesmo como uma fonte estratégica de informações. Portanto, organize palestras abertas, debates e rodas de profissões. 

Além disso, outro fator importante é identificar os pontos fortes e fracos dos alunos por meio de avaliações estratégicas. 

A Rubeus compreende a importância desse panorama e por isso, desenvolveu um aplicativo específico para realização de avaliações personalizadas. 

Com o aplicativo de Avaliação On-line da Plataforma Rubeus, sua instituição de ensino pode criar avaliações personalizadas para os seus contatos. Isso significa que com essa nova ferramenta torna-se factível medir o desempenho de todos eles.

Saiba mais sobre essa novidade da Plataforma Rubeus clicando na imagem abaixo!

Quero conhecer!

E aí, gostou?

Espero que esse material tenha sido útil para ajudar no seu dia a dia! Para tornar a sua experiência ainda mais completa, eu tenho uma sugestão de conteúdos complementares para você! Estou falando da nossa página de materiais gratuitos!

A Rubeus disponibiliza uma página repleta de materiais gratuitos, desenvolvidos para os nossos leitores. Temos diversos conteúdos que trabalham diferentes temas e abordagens, mas que possuem o mesmo objetivo: ajudar você e a sua instituição a captar e converter mais alunos

Clique na imagem abaixo e favorite a página para você sempre tê-la à mão. 😉

CTA: Conheça nossa página de materiais - Rubeus

Agora queremos saber de você: quando o assunto é como melhorar a aprendizagem dos alunos, sua IE já pratica alguma das dicas descritas acima ou tem alguma outra que não comentamos por aqui? Conte-nos nos comentários!

Até a próxima! 😉

Natália de Paula - Rubeus

*Conteúdo atualizado em 08/07/2021.