Como sua instituição de ensino tem trabalhado a fim de minimizar a evasão de alunos? Você sabia que, se identificada previamente, as chances de reverter uma possível evasão aumentam significativamente? E esse é o segredo do sucesso: atuar estrategicamente enquanto há tempo.

Neste conteúdo, elencamos conceitos, estratégias, dicas e estatísticas. O objetivo é possibilitar que analise o quanto a evasão de alunos pode influenciar negativamente os resultados da sua IE. Boa leitura e bons insights!

Introdução

Sabemos que o combate à evasão de alunos é um dos principais desafios enfrentados pelas instituições de ensino. Isso significa que focar os esforços apenas na captação já não é o suficiente. É preciso estender o acompanhamento ao estudante ao longo de todo o tempo de permanência na IE.

Além disso, o setor educacional está sofrendo fortemente em razão de diversos fatores externos. Profissionalização da concorrência direta, dificuldade de aderência dos seus produtos (currículo e metodologia) com as novas necessidades do mercado, diminuição da demanda devido às crises econômicas e o menor incentivo do Estado são exemplos. 

Com isso, nunca foi tão urgente dar atenção aos atuais alunos. Não somente “dentro da sala de aula”, mas trabalhando com a finalidade de oferecer ao estudante a melhor experiência possível dentro da sua jornada de conhecimento.

Para isso, as instituições precisam melhorar a comunicação com eles. Além de agir proativamente para se adaptar às suas necessidades e seus possíveis novos desejos.

Contudo, infelizmente, a importância do combate à evasão de alunos é ainda pouco discutida no cenário educacional. Logo, podemos dizer que alguns gestores ainda estão “patinando” quando o assunto é Gestão da Permanência, entrando em um looping de conceitos vagos e confusos.

O que podemos esclarecer, de antemão, é que o combate à evasão de alunos significa ATUAR PREVENTIVAMENTE. Isto é, quanto antes atuar, melhor serão os resultados nos processos de retenção de alunos.

Ao longo desse conteúdo, iremos disponibilizar nossas soluções para o combate à evasão de alunos, porém por ora vamos começar com o básico:

O que é evasão de alunos? 

Em síntese, a evasão de alunos é o que ocorre quando um aluno já matriculado deixa de frequentar a instituição de ensino. Seja ela pública ou privada. Configurando-se, portanto, como abandono dos estudos através do desligamento completo ou pela grande quantidade de faltas.

Charge - evasão de alunos

Direitos autorais da imagem: Ivan Cabral 

Algumas questões contribuem diretamente para a evasão de alunos, veja:

Evasão de alunos - Rubeus

Dados sobre a evasão de alunos

O Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), por meio do Censo da Educação Superior 2018, traz alguns números importantes. 

Primeiramente, confira o panorama geral da situação: 

A rede privada corresponde a 75% do total de matrículas na educação superior de graduação no Brasil no ano de 2018, com mais de 6,3 milhões de alunos. Isso significa que de cada 4 estudantes de graduação, 3 frequentam uma instituição privada.

Segundo os dados divulgados sobre a evolução dos índices da trajetória dos estudantes, em 2016, a taxa de desistência apresentou uma elevação, no mesmo momento que a taxa de permanência apresentou uma queda, veja:

Evasão de alunos - Rubeus

Já quando a análise é realizada sob a ótica das instituições de ensino privadas, vemos que a taxa de desistência cresceu de 56,8 em 2015 para 59,9 em 2016. Além disso, a taxa de permanência variou negativamente de 8,6 em 2015 para apenas 3,7 em 2016. 

Todos esses números só expõem um cenário:

Os alunos estão ingressando nas instituições de ensino superior. Contudo, não estão permanecendo. Por isso, investir em ações de combate à evasão é uma necessidade latente e fundamental para o sucesso do aluno e, consequentemente, da instituição. 

Fatores que contribuem para a evasão de alunos

Com o objetivo de atuar preventivamente contra a saída precoce dos alunos. Bem como definir ações eficazes voltadas para a permanência deles, é preciso analisar alguns fatores que atuam como uma espécie de motivadores para as desistências. Então ligue o sinal de alerta e conheça-os:

  • Baixa empregabilidade na área cursada

Um dos principais motivos para a escolha de um curso é a busca por uma boa vaga no mercado de trabalho. Por esse motivo, quando essa expectativa não se concretiza na prática, os alunos tendem a alterar ou desistir do curso.

  • Falta de motivação

A falta de motivação é um dos fatores mais subjetivos e que, por isso, afeta sutilmente os alunos. Em resumo, a desmotivação pode ocorrer por diferentes motivos. Seja por considerarem que a instituição não é dinâmica, que possui processos muito rígidos ou, ainda, que é pouco inovadora. Resultado? Os alunos acabam optando pela evasão por não estarem engajados ou não enxergarem mais sentido em continuar.

  • Qualidade do ensino

Quando um aluno adquire um curso de graduação, por exemplo, ele não está apenas adquirindo 4 ou 5 anos de estudo. Ele está “comprando um sonho”. É justamente por isso que a experiência positiva é primordial para alimentar esse sonho e não desistir no meio do caminho.

Portanto, podemos dizer que o principal pilar, ou seja, aquilo que irá viabilizar a realização desse sonho, é o ensino. Desse modo, quando esse aluno não enxerga relevância no seu aprendizado, perde-se o valor agregado e abre-se espaço para a frustração.

Frente a isso, é cada vez mais comum que as instituições que não adaptam a forma de ensinar e “o que ensinar” percam seus alunos.

Perfil de um possível evasor  

É preciso entender que uma evasão requer um período de ponderação. Isso significa que o aluno, na maioria das vezes, emite sinais quando está considerando uma evasão. É justamente quando esses sinais são emitidos é que as instituições de ensino devem atuar. Confira alguns deles:

Perfil de um possível evasor - Rubeus

A evasão de alunos em números

Captação de alunos para cursos profissionalizantes - Rubeus

Quanto pode ser dispendioso para uma instituição de ensino não investir no combate à evasão de alunos? 

Imagine uma instituição de ensino que possui 60 matrículas efetuadas no curso de Administração e que seu ticket médio, ou seja, o faturamento de cada um dos seus alunos, é de R$ 800 mensais. Isso significa que temos um faturamento mensal em potencial no valor de R$ 48 mil para essa turma. 

Entretanto, ao longo do ano letivo, essa IE negligenciou o processo de combate à evasão e 20 alunos evadiram, alegando motivos diversos. Isto é: o curso de Administração ficou com 40 alunos matriculados, gerando, assim, uma receita real de R$ 32 mil por mês. Isso quer dizer que os 20 alunos perdidos fazem uma diferença significativa no desempenho da sua instituição. 

Em números, temos uma perda de receita no longo prazo de 20 vezes R$ 800 multiplicados pelos 48 meses de curso, ou seja: R$ 768 mil (setecentos e sessenta e oito mil reais) em apenas uma turma.

Práticas eficazes no combate à evasão de alunos

  • Atuar preventivamente = maiores chances de reverter a evasão

Como sinalizado anteriormente, a atuação preventiva sempre apresenta maiores chances de êxito quando o assunto é combate à evasão de alunos. Isso significa que quanto antes a instituição de ensino identificar os sinais de alerta, mais rápido poderá atuar. 

Por isso, a IE precisa definir indicadores que identifiquem um possível evasor (e não um aluno já evadido, como normalmente acontece na maioria das IEs). Mas como defini-los? Através da Gestão da Permanência de alunos.

A Rubeus trabalha a Gestão da Permanência por meio de 5 indicadores preventivos:

Indicadores preventivos - combate à evasão de alunos - Rubeus

Quando o aluno se enquadrar em, pelo menos, dois dos requisitos, o sinal de alerta deve ser ligado e a instituição deve agir. 

Não deixe de conferir nosso guia completo para saber mais detalhes sobre os indicadores preventivos. Além das nossas dicas indispensáveis para a permanência de alunos:

Guia gestão da Permanência - Rubeus

  • Tenha processos bem definidos

Assim como é necessário definir e trabalhar indicadores preventivos, também é preciso contar com processos definidos com vistas a uma atuação estratégica. Ou seja, se os indicadores sinalizam para a instituição que um aluno tem chances de evadir, os processos devem ser capazes de reverter esse cenário.

Em suma, os processos de Gestão da Permanência são todos aqueles que dizem respeito ao relacionamento com o estudante e/ou pais ou responsáveis após a realização da sua matrícula (pós-venda).

Ao estabelecer processos bem definidos e responsáveis por sua gestão, é possível mensurar os resultados e otimizar sua operação. Daí a importância da implantação de processos de relacionamento. Bem como de uma equipe específica para esse fim que estará integrada a todas as demais equipes da instituição. 

A partir de uma atuação consistente dessa equipe, as práticas poderão ser difundidas gradualmente para toda a instituição. Dessa forma, será possível forjar uma cultura de atenção e cuidado consistente que contemplará, inclusive, o corpo docente. 

Nós, da Rubeus, entendemos a importância de trabalhar a permanência de alunos desde os primeiros contatos. Por esse motivo, em nossa metodologia, traçamos as melhores práticas de atuação. Isso tudo visando a execução de cada etapa da maneira mais eficaz possível, trabalhando diversos processos, tais como: Renovação de Matrícula, Controle de Inadimplência e Acompanhamento do Estudante:

Renovação de Matrícula, Controle de Inadimplência e Acompanhamento do Estudante - Rubeus

 

  • Utilize um CRM específico para educação

Um CRM Educacional é muito importante e benéfico para as instituições de ensino. Isso porque ele atua em diversas esferas. Por isso, não poderíamos deixar de dar essa dica. 

Com um CRM específico para educação, é mais fácil e concreto trabalhar preventivamente contra a evasão de alunos. Por meio de funcionalidades estratégicas e a identificação de necessidades específicas do cenário educacional, é possível obter um êxito significativo na retenção dos alunos

Entendemos que as instituições de ensino precisam criar (e fortalecer) o relacionamento com eles, principalmente com os possíveis evasores. Por isso, ajudamos as IEs a desenvolverem diversas ações que atuam como barreiras e servem como indicadores de satisfação. 

Na Plataforma Rubeus é possível ter uma visão centralizada e completa do aluno. Assim, torna-se mais fácil identificar quais ações devem ser tomadas. E, ao categorizar cada atendimento, é factível distinguir aqueles que estão em aberto (“em andamento”) para direcioná-los ações efetivas.

📌Conheça a consultoria para captação e permanência de alunos da Rubeus!

Central Rubeus de combate à evasão de alunos: todas as nossas soluções em um único lugar

Com a finalidade de reduzirmos a evasão de alunos, nós, da Rubeus, criamos uma central. Reunimos todos os nossos melhores conteúdos e materiais de combate à saída precoce de alunos das instituições de ensino.

A Central Rubeus conta com uma curadoria de conteúdos, lives, soluções de captação e permanência, assim como dicas e insights, confira!

Central Rubeus de combate à evasão de alunos

Conclusão

Infelizmente, a evasão de alunos é uma realidade. Por isso, deve ser trabalhada pelas instituições de ensino. 

Por meio de ações bem definidas, é possível criar um relacionamento com o aluno, despertando o sentimento de pertencimento. Assim, pode-se atuar preventivamente contra a sua saída, ao detectá-la de forma antecipada.

Para isso, a IE pode atuar em diferentes esferas. Além de agir preventivamente através da Gestão da Permanência de alunos, com o auxílio de indicadores essenciais.

Por fim, cabe a sua instituição atuar de forma inteligente e integrada. Dessa forma, será possível reter alunos de forma sólida e sustentável. 

Tem alguma dúvida? Ou quer saber mais sobre como a Rubeus auxilia as instituições de ensino no combate à evasão de alunos? Então, marque uma conversa com um de nossos consultores. Ou, se preferir, agende uma demonstração gratuita e veja, na prática, como podemos ajudar você!

Como sua instituição de ensino tem trabalhado o combate à evasão de alunos? Conte-nos sua experiência! 

Receba dicas de captação e retenção de alunos!

Receba quinzenalmente dicas, ideias e inspirações sobre como captar e reter alunos de forma sustentável.

Tenha acesso a ferramentas, processos e boas práticas para tornar sua instituição de ensino referência no mercado educacional.