Qual a importância do Enade (Exame Nacional de Desempenho dos Estudantes) para o sucesso da sua IE? 

Você já parou para pensar que essa é uma ferramenta capaz de melhorar significativamente a captação de alunos da sua instituição? Por ser uma espécie de “termômetro” do quão eficaz tem sido o ensino, ele tem o poder de construir para potenciais e atuais alunos uma imagem altamente atrativa ou totalmente desestimulante no que tange o ingresso na IE. 

Neste conteúdo reunimos dicas sobre a importância do Enade. Além disso, abordamos sobre como utilizá-lo para potencializar a captação de alunos da sua instituição de ensino. Confira!

Introdução

Lembra daquela vez em que você foi baixar aquele aplicativo e decidiu verificar as avaliações dele antes? Creio que você, assim como eu, já tenha feito isso pelo menos algumas vezes. Sabe o que isso significa? Que você quer segurança

No cenário educacional, podemos perceber que isso também acontece! Por envolver (muitas vezes) um alto investimento em dinheiro e em tempo, é comum que estudantes com interesse em ingressar em uma instituição de ensino de qualidade, busquem por informações e realizem análises capazes de justificar a sua escolha. Ou seja, de proporcionar a segurança de que está escolhendo certo, seja na opção da IE como um todo ou na decisão de um curso específico.

Ao longo de sua análise, um dos fatores observados será a nota do Enade. Ela é concedida pelo Ministério da Educação (MEC) às instituições de ensino superior. Em suma, objetiva-se medir o desempenho de cada uma delas. Daí, a importância do Enade para a captação de alunos

O que é o Enade?

Segundo o Inep:

“O Exame Nacional de Desempenho dos Estudantes (Enade) avalia o rendimento dos concluintes dos cursos de graduação em relação aos conteúdos programáticos previstos nas diretrizes curriculares dos cursos, o desenvolvimento de competências e habilidades necessárias ao aprofundamento da formação geral e profissional, e o nível de atualização dos estudantes com relação à realidade brasileira e mundial.”

Em síntese, o Enade, Exame Nacional de Desempenho dos Estudantes, consiste em uma prova escrita. Ela é realizada anualmente e utilizada como meio para avaliar a efetividade dos cursos de ensino superior no país. 

O Enade avalia os estudantes que estão finalizando o curso de graduação. Trata-se de uma avaliação obrigatória. Dessa forma, a comprovação de sua realização deve constar no histórico acadêmico do aluno.

Cada prova aplicada apresenta uma periodicidade de até três anos para cada área de conhecimento. Em suma, não avalia-se o desempenho do aluno separadamente, mas sim a instituição de ensino como um todo. Ou seja, a qualidade do ensino em cada curso e o rendimento de seus alunos de forma geral.

Alunos

O Inep, Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira, é o responsável pela aplicação da prova desde 2004. O órgão analisa a situação dos cursos oferecidos, avaliando se elas apresentam os requisitos mínimos, bem como os padrões que atestam a qualidade do ensino. 

Juntamente com a Avaliação de cursos de graduação e a Avaliação institucional, o Enade forma o Sinaes. Além disso, os resultados disponibilizados, agregados às respostas obtidas pelo Questionário do Estudante, servem de base para o cálculo dos Indicadores de Qualidade da Educação Superior.

| Conteúdo complementar:

O Sinaes

De acordo com o INEP:

“O Sistema Nacional de Avaliação da Educação Superior (Sinaes) é formado por três componentes principais: a avaliação das instituições, dos cursos e do desempenho dos estudantes. O Sinaes avalia todos os aspectos que giram em torno desses três eixos, principalmente o ensino, a pesquisa, a extensão, a responsabilidade social, o desempenho dos alunos, a gestão da instituição, o corpo docente e as instalações.”

Em síntese, juntos eles compõem uma espécie de “tríplice avaliativa”. Com ela é possível conhecer a qualidade e efetividade dos cursos e instituições de ensino superior do país. 

Qual a forma de funcionamento do Enade? 

De acordo com o Inep

“O Ciclo Avaliativo do Enade determina as áreas de avaliação e os cursos a elas vinculados. As áreas de conhecimento para os cursos de bacharelado e licenciatura derivam da tabela de áreas do conhecimento divulgada pelo Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq). Já os eixos tecnológicos são baseados no Catálogo Nacional de Cursos Superiores de Tecnologia (CNCST), do Ministério da Educação.”

Em suma, ocorre uma espécie de “rodízio” no qual define-se quais cursos irão participar. Isso porque não são todos os cursos que são avaliados anualmente. 

Após definidos, as instituições realizam as inscrições, cadastram os alunos aptos a participarem e declaram as informações necessárias sobre os cursos e a IE.

Monitoramento - Rubeus

Em resumo, são selecionados estudantes que estão no primeiro e no último ano de cursos superiores. Entretanto, para aqueles que estão finalizando o curso, a participação no Enade é obrigatória, sendo até mesmo uma condição para a emissão do histórico escolar. 

Apesar dos alunos serem selecionados, aqueles que não foram indicados também podem realizar a avaliação, contudo, no formato de voluntariado.

E as notas? 

As notas podem variar de 1 a 5. Elas são atribuídas à instituição como um todo e não apenas ao aluno em específico. Segundo os critérios estabelecidos pelo Ministério de Educação:

Vale ressaltar que o MEC considera que IEs que tiverem notas a partir de 3 já atendem a expectativa de qualidade mínima de ensino.

Indicadores de Qualidade da Educação Superior

De acordo com o Inep:

“Os Indicadores de Qualidade da Educação Superior são importantes instrumentos de avaliação da educação superior brasileira. Expressos em escala contínua e em cinco níveis, têm relação direta com o Ciclo Avaliativo do Enade, que determina as áreas de avaliação e os cursos a elas vinculados.”

Basicamente, os resultados disponibilizados pelo Enade auxiliam na definição dos parâmetros necessários para o cálculo dos indicadores de qualidade do ensino superior do país, que formam a nota do MEC. Confira a seguir esses indicadores:

  • Conceito Preliminar de Curso (CPC)

Esse indicador é constituído pelos resultados do Enade e por variáveis. Essas, por sua vez, envolvem qualificação e titulação dos docentes, material didático e pedagógico, infraestrutura e instalações da IES. Essa nota pode variar entre 1 a 5.

  • Conceito de Curso (CC)

Esse indicador conta com uma análise presencial do curso. Ela é realizada por profissionais do MEC que pode validar ou alterar a nota dada no indicador anterior. 

Em suma, os cursos que apresentam um CPC 1 e 2 são incluídos no cronograma de avaliação. Já os cursos com nota acima de 2 no CPC possuem a visita opcional dos avaliadores para converter o CPC (que é um conceito preliminar) em CC.

  • Índice Geral de Cursos da Instituição (IGC)

Esse indicador sinaliza a qualidade de todos os cursos na modalidade de graduação e pós-graduação stricto sensu (doutorado e mestrado) da instituição de ensino. Utiliza-se o CPC e a nota Capes (Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior) para a definição da nota.

  • Conceito Institucional (CI)

A fim de definir este indicador, realiza-se uma Avaliação Institucional. Ela é composta pela autoavaliação ou avaliação interna (coordenada por comissão própria de avaliação de cada instituição) e pela avaliação externa, realizada pelas comissões designadas pelo Inep.

Qual a importância do Enade para a instituição de ensino?

Podemos dizer que a nota disponibilizada é um referencial. Ou seja, um ponto que norteia a análise realizada pelos potenciais e atuais alunos. Por isso, é tão fundamental considerar a importância do Enade para os resultados da sua IE.

Sabemos que são diversos fatores observados, dentre eles, muito provavelmente, estará o desempenho no Enade, até mesmo por ser disponibilizado por um dos órgãos mais renomados do país.

É através dessa nota também que torna-se possível ter um panorama. Isto é, uma visão geral da realidade do ensino superior das IES em todo o Brasil, além de questões como qualificação do corpo docente, infraestrutura e atribuições exigidas pelo mercado de trabalho.

Ilustração Rubeus

Com a nota, as instituições de ensino, podem ter em mãos parâmetros que servirão como ponto de partida para a melhoria da sua gestão educacional. Além de se posicionar (e se manter) como referência perante o mercado.

Além disso, bons resultados no Enade tendem a aumentar significativamente, não somente a captação de alunos da instituição de ensino, mas também influenciar indiretamente os resultados obtidos na Gestão da permanência das IEs

Ademais, no que tange a importância do Enade, não podemos deixar de ressaltar que a instituição pode ganhar uma maior notoriedade. Isso porque as notas obtidas compõem um ranking, podendo ou não contribuir para uma maior visibilidade do curso em específico ou da IE como um todo

Em suma, o ranking do MEC possibilita a verificação das faculdades que apresentam condições favoráveis para a realização da educação de profissionais ante as demandas exigidas pelo mercado de trabalho.

| Material complementar:

Saiba como tornar sua IEs referência no mercado educacional

Escolher, dentre as muitas instituições de ensino, pode ser um processo complexo e demorado. Para ser a opção escolhida, faz toda a diferença ser considerada uma IES referência. Saiba mais sobre como tornar sua IE referência no mercado educacional:

IES referência - Rubeus

Resultados 

Quando tratamos da importância do Enade, não podemos deixar de abordar sobre os resultados!

Vale ressaltar que os resultados de desempenho de cada aluno são disponibilizados individualmente ao participante da prova. O Boletim de Desempenho Individual do Estudante fica disponível no Sistema Enade. Para acessá-lo é preciso realizar o login, através do número do CPF e a senha definida no ato do cadastramento. 

No que tange o desempenho da IE como um todo, os resultados ficam disponíveis para consulta pública através do Diário Oficial da União, no Sistema Enade, no Sistema e-MEC e no portal do Inep. 

Os dados disponibilizados pelo Enade permitem a realização de inferências acerca do cenário educacional. Assim, é possível que as instituições de ensino visualizem o que precisa melhorar.

ATENÇÃO: como vimos, as avaliações do Enade são realizadas anualmente. Contudo, seus resultados anteriores podem ser acompanhados na página do Inep. Para acessar os resultados de 2019, basta você clicar aqui

Enade 2020

As mudanças no calendário das instituições de ensino superior, provocadas pela atual pandemia, fizeram com que o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) alterasse as provas do Enade. Inicialmente, elas aconteceriam no dia 22 de novembro e foram transferidas para 2021, ainda com data indefinida.

O Enade 2020 seria aplicado para estudantes de cursos vinculados a 30 áreas. Essas, por sua vez, compõem o Ano II do Ciclo Avaliativo do exame. O objetivo é focar nos bacharelados e licenciaturas de ciências exatas, ciências tecnológicas e áreas afins.

Confira alguns pontos nos quais você deve se atentar, em suas ações de Marketing e discurso de condução, perante essa mudança:

  • Agora é necessário utilizar o IGC (Índice Geral de Cursos) e o CPC (Conceito Preliminar de Curso), de anos anteriores, para atrair alunos em sua campanha de captação de 2021/1.⠀⠀
    ⠀⠀⠀⠀⠀⠀
  • Garantir a permanência de alunos indecisos é primordial. Por isso, utilize a nota já existente, dessa forma a IE mostrará a qualidade dos seus cursos.⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀

Além disso, separamos algumas dicas para você se diferenciar, veja:

Dicas essenciais para destacar-se

  • Realize pesquisas de satisfação

Nossa primeira dica quando o assunto é a importância do Enade consiste na realização de pesquisas de satisfação.

Com elas, torna-se possível verificar e metrificar a efetividade das práticas realizadas a fim de verificar o que seus alunos acham que pode melhorar.

Basicamente, elas direcionam os esforços, contribuindo para que o desempenho seja positivo. Além disso, quando bem realizadas, permitem que sua IE supere seus concorrentes e se torne (e/ou mantenha-se) autoridade em determinado assunto.

  • Invista na utilização de metodologias ativas 

Diversas transformações têm emergido no contexto educacional. Sobretudo no que tange a dinâmica em sala de aula. Frente a essas alterações, surgem as metodologias ativas que visam dar suporte aos educadores e ajudá-los a promover o aprendizado de forma autônoma e proativa.

Em suma, as metodologias ativas de aprendizagem consistem em um amplo processo que objetiva colocar o aluno como o agente principal da sua aprendizagem. Assim, utiliza-se ações pensadas especificamente para essa finalidade.

Saiba mais sobre o uso de metodologias ativas, lendo nosso conteúdo específico:

Uso de metodologias ativas - Rubeus

  • Direcione sua atuação através de estratégias educacionais

Uma dica importante no que tange a importância do Enade é a utilização das estratégias educacionais.

Elas permitem que sua instituição de ensino desenvolva uma atuação mais direcionada. Em síntese, objetiva-se a otimização de recursos, tempo e esforços. Ao englobar áreas como ensino e aprendizagem, elas podem ser ótimas oportunidades para a sua IE obter melhores resultados a médio e longo prazo.  

Para colocá-las em prática você pode:

  1. Mesclar as abordagens presencial e on-line através do ensino híbrido;
  2. Promover o ensino prático;
  3. Utilizar a tecnologia para auxiliar no aprendizado.

BÔNUS: Diagnóstico Institucional

Já que estamos tratando da importância do Enade, não poderíamos deixar de mencionar o Diagnóstico Institucional! 

Tendo em vista a importância de desenvolver uma visão clara da sua IES, disponibilizamos, gratuitamente, um diagnóstico exclusivo. Ele foi elaborado por nossos especialistas e baseia-se em dados disponibilizados pelo Ministério da Educação. 

Ademais, vale ressaltar que ele é exclusivo para cada instituição de ensino. Além disso, esse diagnóstico objetiva possibilitar um parâmetro comparativo da situação da sua IES em relação às suas principais concorrentes a nível regional.

Portanto, são fornecidos dados internos precisos. Eles facilitam a definição de estratégias, bem como a visualização do seu panorama atual.

Além disso, realizamos, ainda, uma verificação das boas práticas do website da sua instituição. Identificando, assim, mínimos detalhes que, se observados, podem aumentar de forma significativa os números da captação e permanência de alunos da sua IES. Solicite já o seu! 

Diagnóstico Institucional - Rubeus

Agora queremos saber de você! Sua IE já tem investido em ações com vistas a importância do Enade? Conte-nos a sua experiência! 

Receba dicas de captação e retenção de alunos!

Receba quinzenalmente dicas, ideias e inspirações sobre como captar e reter alunos de forma sustentável.

Tenha acesso a ferramentas, processos e boas práticas para tornar sua instituição de ensino referência no mercado educacional.