Sabemos o quão desafiador pode ser estudar on-line. São diversas as razões pelas quais os alunos pensam em desistir. Para evitar o sentimento de desmotivação, elencamos 7 dicas de estudo remoto que sua instituição de ensino deve começar a incentivar o quanto antes!

Além disso, reunimos neste conteúdo, dicas práticas que podem ser bastante eficazes contra a desmotivação dos alunos, além de auxiliá-los também em sua rotina de estudo. Desde já te convidamos a compartilhar este conteúdo com alguém! Boa leitura e bons insights!

Introdução

Em um passado não tão distante, conquistar um diploma de ensino superior significava indubitavelmente assistir à aulas presenciais. Isso representava, muitas vezes, um grande desafio para alunos que trabalham e/ou possuem horários complicados. 

Além disso, atualmente, devido aos avanços da tecnologia, tornou-se mais fácil do que nunca encontrar uma instituição de ensino que ofereça um curso superior com preço acessível e com a flexibilidade que o aluno precisa. Seja por meio de aulas presenciais tradicionais, aprendizado on-line ou uma combinação dos dois, como é o caso do ensino híbrido.

Em suma, existem diversas vantagens nos cursos on-line, tais como: eles  permitem que o aluno aprenda como, quando e onde achar melhor; torna mais fácil administrar a dinâmica trabalho e compromissos com os estudos; não há a necessidade de deslocamento, etc.

Devido aos benefícios oferecidos, a modalidade de ensino à distância (EaD) ganhou grande popularidade entre os estudantes, como mostra o CenSup 2019:

Entre 2009 e 2019, as matrículas de cursos de graduação a distância aumentaram 192,4%, enquanto na modalidade presencial o crescimento foi apenas de 20,3% nesse mesmo período;
Alunos matriculados em cursos de bacharelado são a maior parte na modalidade presencial. Na EaD, predominam os cursos de licenciatura.

Sabemos que, assim como há vantagens, o ensino remoto também possui desafios. Frente a isso, existem algumas dicas que sua instituição de ensino deve incentivar para que os alunos alcancem um bom desempenho neste formato de ensino. Hora de conferir algumas delas:

7 dicas de estudo remoto que sua instituição de ensino deve incentivar 

As dicas a seguir são importantes para evitar a desistência do aluno no ensino remoto e devem ser exploradas pela sua instituição de ensino. Você pode divulgá-las de forma direta, recitando-as para os alunos, ou indiretamente, através das redes sociais, site e/ou blog da sua IE, por exemplo.

Se acaso sua instituição de ensino opte por divulgá-las nas redes sociais, nós temos o material perfeito para você! Templates prontos para redes sociais + cronograma editorial para você personalizar! Dessa forma, será possível facilitar o seu trabalho! Clique na imagem abaixo e faça o download gratuitamente!

Templates para profissionais da educação: tudo o que você precisa em um só lugar - Rubeus

Já pegou seu bloquinho para anotar todas as dicas? Então, vamos lá!

1) O aluno precisa encarar o curso on-line como um curso “real”

Quando se trata de aulas on-line, é preciso ter disciplina e maturidade para encarar o estudo com dedicação. Além disso, devido ao formato não presencial, o aluno pode desenvolver uma visão errônea de distanciamento, o que pode resultar em desleixo ou desmotivação. 

Embora o estudo remoto seja flexível no que tange o “quando estudar”, é preciso que o aluno compreenda que esse momento deve ocorrer rotineiramente, ou seja, é preciso estabelecer uma rotina de estudos.

Uma das maneiras mais fáceis de garantir o acompanhamento é lembrar ao aluno que este é um investimento, isto é, ele investe hoje para colher frutos futuramente. 

2) Manter-se responsável

A dica número 2 dentre as nossas dicas de estudo remoto que sua instituição de ensino deve incentivar está o fato do aluno se sentir protagonista da sua jornada educacional.

Incentive que o aluno estabeleça metas já no início do semestre e que verifique o andamento de forma semanal. Ademais, incentive que ele aproveite as ferramentas do ambiente virtual, tais como lembretes, alarmes, apresentações etc, para sempre estar atento aos prazos.

Abaixo elencamos algumas dicas de ferramentas que podem auxiliar a rotina de estudos dos alunos:

  • Ferramentas para anotações:

📌Google Drive 

O Google Drive é um serviço de armazenamento e sincronização de arquivos. Através dele é possível criar documentos, planilhas, folhas de cálculo, apresentações e muito mais.

📌Google Keep

Em resumo, o Keep é um serviço para anotações, disponibilizado pelo Google. O aplicativo possibilita a criação e acesso de notas, seja por meio do celular ou via web. Além disso, ele pode ser sincronizado com o Google Drive.

Para os alunos que estiverem nos últimos anos e se aproximando da entrega do Trabalho de Conclusão de Curso (TCC), incentive que eles se organizem e enfatize o fato de haver bastante coisa a ser realizada, que é preciso seguir um cronograma junto aos orientadores e que, por isso, não é indicado deixar tudo para última hora.

A seguir, veremos mais dicas de estudo remoto que sua instituição de ensino deve incentivar, mas antes eu tenho um convite especial para você!

Uma breve pausa para um convite

Sabemos que no cenário educacional muitas notícias e novidades ocorrem rapidamente. Por isso, nada melhor do que saber delas com prioridade! 

Em nosso Instagram postamos diariamente inspirações e informações valiosas para auxiliar na rotina das instituições de ensino. Que tal dar uma olhada? 

Basta clicar na imagem abaixo e irá abrir uma nova aba que te levará para o nosso perfil. Você pode dar uma olhadinha assim que acabar a leitura aqui! ;D

Quero seguir o @canalrubeus!

3) Incentive o gerenciamento do tempo

A flexibilidade de criar sua própria programação e rotina de estudos costuma ser um dos maiores atrativos do ensino remoto. Mas essa liberdade também pode ser prejudicial se o aluno não possuir habilidade para gerenciamento de tempo. Caso contrário, ele pode facilmente se encontrar entregando tarefas abaixo da média.

Sabemos que a forma de gerenciar o tempo varia de pessoa para pessoa e também dependa de questões como programação, método de aprendizagem e personalidade. Contudo, há algumas dicas universais que podem auxiliar quando o assunto é gerenciamento do tempo:

  • Consultar o programa de estudos no início do semestre e anotar as principais tarefas;
  • Criar uma programação semanal, designando certas horas da semana para ler, assistir a palestras, completar tarefas, estudar e participar de fóruns; 
  • Verificar, periodicamente, ao longo do semestre como se está gastando o tempo e quanto está sendo designado aos estudos. 

4) Organização

A dica número 4 dentre as nossas dicas de estudo remoto que sua instituição de ensino deve incentivar é a organização.

A organização é um dos pontos cruciais quando o assunto é ensino a distância. Isso porque estudar em casa e sozinho requer concentração e dedicação. Diante disso, uma dica é criar uma agenda que contenha os compromissos e tarefas a entregar, bem como os prazos de cada um deles.

5) Ensino remoto não significa isolamento

A dica número 5 dentre nossas dicas de estudo remoto diz respeito ao fato do ensino remoto não significar isolamento.

A distância pode causar uma certa tendência ao isolamento. Contudo, quando sozinhos, pode surgir o sentimento de desmotivação. Por essa razão, incentive que o aluno se mantenha “perto”, mesmo que a distância, dos seus amigos e colegas de classe. 

Lembre-se sempre: para estar perto não é preciso estar junto. 😉

6) Elimine distrações

Da Netflix às mídias sociais, é preciso fazer o aluno entender que ele se deparará com muitas distrações que podem facilmente atrapalhar seus estudos. Contudo, para obter êxito quando o assunto é estudo remoto, é preciso diminuir essas distrações e reservar um tempo para se concentrar.

7) Participe ativamente

Incentive que os alunos participem de fóruns on-line e busquem materiais complementares para a fixação do conteúdo. Além disso, incentive que os alunos se envolvam e participem ativamente, através de trabalhos em grupo, por exemplo. 

E aí, gostou?

Espero que esse material tenha sido útil! Para tornar a sua experiência ainda mais completa, eu tenho uma sugestão de conteúdo para você! Estou falando do infográfico Coronavírus na educação: 9 lições para driblar a crise e combater a evasão de alunos 

Este material foi criado com o objetivo de compartilhar dicas e insights para te ajudar na Gestão da Permanência de alunos na sua instituição de ensino. Além das dicas que vimos acima, ele também aborda algumas dicas para gestores e professores. Aplicando-as será possível minimizar os impactos externos causados pela crise do coronavírus.

Clique na imagem abaixo, faça o download do material e pronto! Tenha-o sempre à mão para tirar suas dúvidas!

[INFOGRÁFICO] 9 dicas para driblar a crise e combater a evasão de alunos em tempos de coronavírus - Rubeus

Agora queremos saber de você! Quando o assunto é dicas de estudo remoto, sua IE já incentiva alguma das citadas acima? Conte-nos nos comentários!

Até a próxima! 😉

Receba dicas de captação e retenção de alunos!

Receba quinzenalmente dicas, ideias e inspirações sobre como captar e reter alunos de forma sustentável.

Tenha acesso a ferramentas, processos e boas práticas para tornar sua instituição de ensino referência no mercado educacional.