Recursos tecnológicos, experiências altamente personalizadas, gamificação e flexibilidade para estudar onde e quando quiser. Bem-vindo(a) a educação do futuro.

Neste conteúdo, elencamos alguns insights sobre a educação do futuro. Te convidamos a imergir no tema e compartilhar esse material com alguém que precisa conferi-lo. Boa leitura e ótimos insights! 

Introdução

Diante de eventos globais como a pandemia, o fechamento de escolas e o ensino remoto em todo o país, o futuro da educação é considerado incerto. Tudo isso nos leva a um questionamento: quando a “poeira baixar”, como será a educação? O que devemos esperar? Como se antever?

Como ressaltamos em nosso conteúdo Educação pós-Covid: desafios e transformações após o isolamento social, infelizmente, não podemos afirmar o que o futuro reserva. Contudo, conseguimos analisar as alterações do mercado e as tendências de consumo e, a partir disso, elaborar algumas ponderações sobre o que está por vir. 

Diante da importância desse tema, nosso assunto de hoje é a educação do futuro. Então, desde já te convidamos a compartilhar conosco, por meio dos comentários, a sua experiência e/ou opinião sobre o tema! 

A seguir, faremos uma breve ponderação acerca da tecnologia e seus impactos na educação. Vem comigo!

A educação e a tecnologia 

Sem dúvidas, dentre as principais certezas quando o assunto é a educação do futuro está a tecnologia. Afinal, ela está mudando rapidamente o mundo como o conhecemos. 

Desde a utilização de recursos para facilitar o processo de ensino-aprendizagem até a divulgação de estratégias de Marketing Digital, a tecnologia está presente no dia a dia das instituições de ensino. Dessa forma, a palavra de ordem atualmente é: inovação. Para que isso se torne possível é preciso atuar por meio da migração digital.

Isso significa que já não é mais compatível com as mudanças do cenário educacional, que a instituição de ensino possua processos rígidos e arcaicos. Em suma, cada vez mais, é preciso se reinventar, oferecer flexibilidade e praticidade aos atuais e potenciais alunos. A tecnologia está aí para viabilizar essa transformação.

Imagem ilustrativa

À medida que educadores criam, projetam e imaginam o futuro, a tecnologia deve ser utilizada a serviço dessa visão. Conforme ela se torna uma parte importante de como comunicamos e compartilhamos ideias, é preciso ponderar criticamente sobre como implantá-la de forma estratégica na rotina das instituições de ensino, dentro e fora da sala de aula.

Em nossa live Transformação Digital na área educacional, que realizamos em parceria com Guilherme Garritano, tratamos sobre a transformação digital. Damos dicas práticas e exemplos para que a sua instituição possa gerar bons frutos neste momento.

Clique na imagem abaixo e reserve esse conteúdo como fonte de insights complementares! 

Live Rubeus

4 cenários globais para a educação do futuro

Assim como a forma de consumir serviço educacional mudou, o perfil do aluno também mudou. Atualmente, percebemos alunos cada vez mais jovens, compondo a Geração Z ou até mesmo a Geração Alpha

Tudo isso, é uma fonte de informações que, mesmo que de forma imprecisa, auxilia na preparação das instituições de ensino sobre o que há de vir. 

Abaixo elencamos alguns possíveis cenários no que tange a educação do futuro, confira:

  • Educação 4.0

Se em 2021 a informação já é amplamente disponível e extremamente rápida, imagine daqui há 10 anos, em 2031! A dinâmica mundial de compartilhar conteúdo e a globalização de informações tornará tudo muito maior e ainda mais volátil.

Sabemos que a Educação 4.0 está “batendo a porta”, o que coloca em voga a 4ª Revolução Industrial. Cenário em que temos alunos assumindo cada vez mais responsabilidade e guiando sua própria aprendizagem, com o professor fornecendo orientação e contexto ao longo do caminho.

Em síntese, isso significa que a visão do aluno sobre o professor está migrando de um “detentor de conhecimento” para um norteador e facilitador do processo de aprendizagem. Cada vez mais, o aluno está se tornando protagonista de sua própria jornada acadêmica. O que não deve ser mais novidade para você né?!

Ilustração

Com um mundo de conhecimento facilmente pesquisável ao alcance, o aluno já não precisa mais memorizar fatos. Na verdade, muitas coisas que tradicionalmente aprende-se na escola podem cair gradativamente em “desuso” com a era digital. Caligrafia, as regras de ortografia e gramática, línguas estrangeiras, são bons exemplos.

Entretanto, será preciso desenvolver novas habilidades que serão primordiais para gerenciar os recursos para aprendizagem que estarão disponíveis. Isto é, antes de mais nada, será preciso interpretar os resultados da pesquisa, avaliar criticamente a qualidade e veracidade das informações, dentre outros.

  • Inteligência artificial 

Em síntese, a inteligência artificial, ou simplesmente IA, consiste em uma área da Ciências da Computação. Seu objetivo é fazer com que máquinas realizem tarefas humanas, colocando em prática habilidades como aprender, raciocinar, tomar decisões e resolver problemas, semelhante a mente humana.

Seja através de uma plataforma interativa de aprendizagem ou de um filme que aborde o tema, a IA pode contribuir ativamente para o processo de aprendizagem e associação do conteúdo. 

Um dos exemplos práticos de recursos advindos da IA são as plataformas adaptativas. Elas consistem em plataformas educativas que permitem que o estudante percorra trilhas de conhecimento individualizado, a partir de conhecimentos já desenvolvidos anteriormente, estimulando, assim, o desenvolvimento cognitivo e a autonomia.

  • Metodologias ativas 

Nossa terceira dica de insight sobre a educação do futuro são as metodologias ativas. 

Em resumo, a aprendizagem ativa procura envolver a curiosidade natural dos alunos, em vez de simplesmente apresentar-lhes informações. Essa é a grande mudança proposta por esse tipo de metodologia. Ao invés de envolver o aluno teoricamente no assunto, o docente trabalha a perspectiva de que “aqui está um problema para resolver” e os alunos se envolvem ativamente em sua resolução.

As metodologias ativas extrapolam os limites do currículo tradicional. Além disso, ela não divide o aprendizado em diferentes assuntos. Os tópicos são ensinados de uma maneira mais holística, se conectando e fazendo parte do mundo real.

Nesse novo tipo de espaço de aprendizagem, os alunos usam várias fontes de mídia simultaneamente. Ademais, eles sentam ao lado de pessoas de diferentes disciplinas que estão resolvendo problemas diferentes, sozinhos ou em grupos. Isso porque entende-se que a aprendizagem não deve ser um fluxo de informação unilateral, ela precisa oferecer suporte à interação aluno-aluno, professor-aluno e aluno-professor em tempo real. 

Entenda mais sobre as metodologias ativas lendo nosso conteúdo detalhado:

Uso de metodologias ativas - Rubeus

  • Livre escolha

Já sabemos que a experiência do estudante é primordial para fazer com que ele se sinta parte da instituição de ensino. Além disso, no que se refere à educação do futuro essa necessidade se torna ainda maior. Um dos aspectos que viabilizam uma experiência incrível é a personalização dos processos. 

Embora todas as disciplinas ensinadas visem o mesmo objetivo, a “ponte” que leva ao conhecimento pode variar de aluno para aluno. Isso significa que a experiência de aprendizagem personalizada é essencial para que os alunos sejam capazes de modificar e definirem seu processo de aprendizagem utilizando ferramentas que considerem necessárias. 

Assim, os alunos aprenderão com diferentes dispositivos, programas e técnicas com base em suas próprias preferências. Aprendizagem combinada e salas de aula invertidas são pilares importantes dentro dessa mudança.

Além disso, outro aspecto importante diz respeito à escolha entre o ensino presencial ou o EaD. Com a nova realidade vivenciada pelos estudantes, essa pode ser uma das principais dúvidas quando de frente para uma escolha. 

Imagem ilustrativa

E aí, gostou? 

Espero que este conteúdo tenha sido útil. Para tornar a sua experiência ainda mais completa, veja só o material complementar que separei para você! 

Estou falando do e-book Combate à evasão de alunos: como estruturar processos efetivos e sustentáveis. Com ele você terá acesso a dicas de como promover a Gestão da Permanência em sua instituição de ensino, trabalhando fatores internos. Assim, você estará mais fortalecido, sendo possível minimizar os impactos externos causados por prováveis crises, novos concorrentes ou outros eventos sazonais.

Clique na imagem abaixo, preencha o formulário e pronto! Seu e-book estará disponível em seu e-mail! 

E-book combate à evasão de alunos - Rubeus

Agora é com você! Quando o assunto é a educação do futuro, como sua instituição de ensino está se preparando? Conta pra gente aí nos comentários! 

Bons resultados! 😉

Receba dicas de captação e retenção de alunos!

Receba quinzenalmente dicas, ideias e inspirações sobre como captar e reter alunos de forma sustentável.

Tenha acesso a ferramentas, processos e boas práticas para tornar sua instituição de ensino referência no mercado educacional.