A dinâmica gestão escolar e família tem o poder de influenciar significativamente o desempenho do criança. A rotina familiar, quando aliada a uma gestão escolar eficiente, trabalha ativamente questões como desenvolvimento cognitivo, assiduidade, desenvoltura dentro e fora de sala de aula e a formação da criança nas esferas intelectual e social. Em contrapartida, quando há a ausência de um suporte e acompanhamento familiar, a criança tende a desenvolver um comportamento defasado ou problemático na escola. 

Neste conteúdo reunimos conceitos e dicas, além de 5 motivos pelos quais sua escola deve trabalhar a relação gestão escolar e família. Boa leitura e bons insights!

Introdução

Por muito tempo prevaleceu a ideia de que gestão escolar e família eram questões distintas, que deveriam ser trabalhadas separadamente. Contudo, com o passar do tempo, e com uma análise eficiente do ambiente escolar e do comportamento das crianças, pôde-se perceber que o envolvimento familiar exerce uma poderosa influência quando o assunto é o desempenho acadêmico, a curto e a longo prazo. 

Quando a escola trabalha essa parceria, está conectando-se às famílias. Ou seja, gerando um ambiente favorável para a criação de uma comunidade forte de alunos comprometidos com a sua formação. Além disso, ao conectar as famílias é possível inspirá-las a serem presentes na educação de seus filhos.

No que tange o envolvimento da família na aprendizagem da criança, podemos perceber o suporte ativo à educação integral, uma vez que a colaboração entre a escola e o lar aumenta o desempenho acadêmico. 

Portanto, estimular, de forma efetiva, o envolvimento da família na educação das crianças é uma meta importante para as escolas. Dessa forma, deve haver uma gestão escolar voltada para a criação de ações capazes de promover essa proximidade. 

Devido à grande importância desse tema, nós reunimos 5 motivos para te mostrar porque sua escola deve começar a trabalhar a relação gestão escolar e família o mais rápido possível! Mas antes, precisamos ver alguns conceitos importantes:

No que consiste a parceria gestão escolar e família?

Em resumo, a parceria família-escola consiste em um relacionamento duradouro que engloba atividades colaborativas envolvendo funcionários da escola (geralmente, docentes e responsáveis pela gestão pedagógica) e os pais e/ou responsáveis dos alunos. 

Marketing de Relacionamento na educação - Rubeus

Esse relacionamento deve começar a ser trabalhado desde os primeiros contatos dos responsáveis pela criança com a sua escola. Além disso, ele deve ser baseado na confiança e na responsabilidade compartilhada pela educação do aluno como uma continuação do lar.

| Material complementar

Contato receptivo nas escolas: como ser mais eficiente na captação 

Atender e receber bem os pais e responsáveis, através de um ótimo contato receptivo nas escolas, é essencial. Além de ser um dos segredos para destacar-se no mercado educacional e alcançar cada vez mais matrículas. Saiba como realizar isso na prática:

contato receptivo nas escolas - Rubeus

 O que a família espera da escola?

Quando analisamos alguns dos objetivos do que as famílias esperam da escola como um todo, chegamos a respostas como:

  1. “Alcançar um futuro promissor”;
  2. Se formar em uma profissão socialmente considerada “estável”;
  3. “Ser o protagonista da sua vida profissional”.

Além disso, a maioria dos pais esperam que a escola “ensine seu filho a ler, escrever e calcular para que possam ter um bom emprego e conquistar um lucrativo emprego”.

O que a escola espera das famílias?

As famílias são as primeiras educadoras das crianças. Elas têm o poder de influenciar o aprendizado e o desenvolvimento delas ao longo dos anos escolares. 

As escolas possuem a importante responsabilidade de auxiliar e ensinar as gerações futuras. As famílias, por sua vez, depositam a confiança nas escolas. Acreditam que elas fornecerão bases educacionais para o futuro das crianças. 

Ao mesmo tempo há o papel principal da família na educação de seus filhos. Ou seja, é uma ponte: a criança replica na escola aquilo que aprende em casa e vice-versa. É por isso que é importante que famílias e escolas trabalhem em parceria e sinergia.

Rubeus

JUNTE-SE A MAIS DE 7.000 PESSOAS

Entre para nossa lista e receba conteúdos exclusivos gratuitamente

QUERO FAZER PARTE!

Pontos importantes para uma parceria gestão escolar e familiar eficaz

Sob a ótica das escolas - Rubeus

  • Respeitar as necessidades e preferências das crianças;
  • Trabalhar as barreiras ao envolvimento das famílias nas escolas e ajudar ativamente famílias “distantes” a se envolverem;
  • Criar melhores programas, oportunidades e aprendizagem para os alunos;
  • Dar às famílias oportunidades apropriadas de contribuir para a tomada de decisões e gestão escolar;

Sob a ótica das famílias - Rubeus

  • Fazer contribuições valiosas, respeitando as diferentes opiniões;
  • Participar ativamente nas tarefas de casa;
  • Comparecer às reuniões promovidas pela escola;

5 motivos para investir na relação gestão escolar e família 

Quando as famílias estão envolvidas na educação de seus filhos, os efeitos positivos são notórios. Eles vão desde o desenvolvimento cognitivo, social e emocional até o incentivo à educação continuada, veja:

  • Assiduidade

A frequência escolar é uma variável muito importante para o bom desempenho do aluno. Quando trata-se da educação básica, essa variável é ainda mais poderosa. Isso porque, através da presença, é possível desenvolver uma abordagem contínua de aprendizado. 

Quando o aluno possui uma boa base familiar, que atue como um complemento ou continuidade do que é visto na sala de aula e vice versa, tende-se a desenvolver uma capacidade intelectual mais complexa, bem como um maior gosto ao estudo futuramente. 

  • Desempenho acadêmico mais satisfatório 

É visível o poder da dinâmica gestão escolar e família quando tratamos do desempenho do aluno. Quando tem-se uma ponte escola-família realmente sólida, o aluno possui uma aprendizagem mais efetiva. Isso porque terá o suporte adequado para desenvolver-se continuamente. 

Quando o aluno possui uma assistência em questões como tarefa de casa ou reuniões de pais e mestres, percebe-se que a tendência é que eles se desenvolvam continuamente de forma sustentável. Ou seja, o desempenho acadêmico tende a se estender no curto e longo prazo. 

  • Desenvolvimento de atitudes e comportamentos mais positivos

Em seus primeiros anos, a criança ainda está em desenvolvimento. Portanto é esse o momento ideal para investir em sua formação, tanto intelectual quanto pessoal. Quando tem-se esse suporte familiar e uma boa dinâmica escola-família a criança tende a se sentir à vontade em ambos os ambientes. Resultado? Maiores chances de desenvolver habilidades, atitudes positivas  e um comportamento mais cooperativo dentro e fora da sala de aula. 

  • Maiores chances de darem continuidade ao estudo 

Não é novidade para ninguém que muitas crianças acabam abandonando os estudos antes mesmo de finalizar o ensino médio. O motivo, em grande parte, envolve a falta de engajamento, motivação e participação familiar em sua vida acadêmica.

Dessa forma, quando a criança possui um suporte e incentivo aos estudos, desde os seus primeiros passos na educação, tende-se a desenvolver um gosto pelos estudos. Assim, cria-se maiores chances de continuar sua formação acadêmica.

Atenção: essa é uma ótima oportunidade para a sua instituição de ensino trabalhar a educação continuada. 

  • Um maior desenvolvimento cognitivo e social

Um dos principais diferenciais trabalhados por escolas referências é a preocupação com a educação humanizada. Ela objetiva formar cidadãos, e não apenas emitir diplomas. 

Dessa forma, é possível formar pessoas bem preparadas para aproveitar oportunidades e enfrentar desafios. Resultado? Desenvolvimento de  competências importantes não só para a vida pessoal, mas para o mercado de trabalho, como por exemplo a capacidade de liderança.  

Muito mais que ensinar fórmulas e replicar conceitos, a relação gestão escolar e família desenvolve também a inteligência emocional. Além de fazer com que o aluno se sinta acolhido e realmente pertencente àquele ambiente e quaisquer outros que porventura possa conviver.

| Material complementar

Marketing Digital para escolas: 6 ações comprovadamente eficazes para a captação de alunos

O Marketing Digital para escolas, além de atrair mais alunos, é mensurável ​​e consideravelmente mais barato e sustentável ​​se comparado às mídias tradicionais. Ademais, ele é a fórmula ideal para promover a permanência de alunos, bem como reforçar a autoridade da instituição de ensino perante o mercado. Saiba mais sobre ele:

Como estreitar as relações com os pais dos alunos?

Agora que vimos os motivos pelos quais sua instituição de ensino deve trabalhar a dinâmica gestão escolar e família, que tal vermos como fazer isso? 

  • Reuniões dos pais

 As reuniões de pais e mestres consistem em um momento destinado à analisar o processo de ensino-aprendizagem do aluno. 

Tem-se como objetivo o compartilhamento de informações com os pais e/ou responsáveis sobre o processo de aprendizagem dos alunos. Além de envolvê-los na dinâmica da escola, de forma que haja uma comunicação bilateral. Ou seja, que ambas as partes se comuniquem e expressem suas ideias, apontando problemas e dando sugestões de possíveis melhorias e até mesmo otimizações em processos atuais adotados. 

  • Exposições 

As exposições também são fundamentais para que os pais e/ou responsáveis conheçam, frequentem o ambiente escolar e participem das atividades desenvolvidas. Os alunos, ao perceberem esse envolvimento, terão o incentivo e o reconhecimento que toda criança precisa para cumprir suas tarefas.

  • Tarefas de casa

As tarefas de casa são importantes para promoverem um maior contato dos pais com o que seus filhos estão aprendendo. Isto é, elas promovem um acompanhamento ativo por parte dos pais na formação de seu pequeno naquele momento. 

Além disso, a interação que essa prática requer promove um momento propício à família. Mas atenção, as tarefas de casa devem ser um complemento do que foi visto em sala de aula, portanto, nada de exageros!

  • Tecnologia

O uso da tecnologia já é uma realidade nas instituições de ensino superior. Na educação infantil não é diferente. Quando aplicada à sala de aula, a tecnologia deve ser visualizada como um instrumento facilitador do ensino-aprendizagem. 

Assim, é preciso rever o cenário das instituições de ensino como um todo. Isso implica em investir em uma estrutura tecnológica de qualidade como laboratórios, bibliotecas virtuais e canais digitais de comunicação com o aluno.

Qual o seu desafio hoje?

Um CRM para escolas auxilia no gerenciamento do relacionamento com potenciais e atuais alunos de forma a aprimorar a conexão com os pais e/ou responsáveis. Isso significa que ele atua estrategicamente com vistas à educação continuada.

Saiba mais sobre como a tecnologia pode ajudar a sua IE a aumentar seus resultados, lendo nosso conteúdo “CRM para escolas: o que você precisa saber e todos os benefícios de investir”.

Dicas práticas para te inspirar! 

Os estudantes estão cada vez mais detalhistas e na educação básica isso também é uma realidade. Sob essa perspectiva, percebemos que satisfazer os seus desejos e necessidades, antes, durante e depois da realização da matrícula, prestando atenção e atribuindo valor à todas as etapas do processo de compra educacional, é essencial para que ele se sinta bem e queira permanecer em sua instituição. 

Por isso, é fundamental realizar um atendimento inteligente e de qualidade a fim de concretizar experiências memoráveis. Que tal conhecer mais sobre atendimento de excelência e Marketing de Experiência para a sua instituição? É só clicar na imagem!

Dicas práticas para te inspirar! - Rubeus

Conclusão

O envolvimento da família pode ter um grande impacto na aprendizagem do aluno. O compromisso da família nas escolas é, portanto, fundamental para a educação de alta qualidade e deve fazer parte das atividades principais das escolas.

Os resultados desse esforço serão significativos. As famílias que entendem o sistema educacional e as dificuldades que as escolas enfrentam são uma fonte valiosa de apoio que as escolas não podem subestimar. As escolas que envolvem as famílias na aprendizagem de seus filhos estão acessando uma rica fonte de informações e conhecimentos e podem ajudar a construir comunidades de fãs e apoiadores.

Agora queremos saber de você: sua escola investe na relação gestão escolar e família? Conte-nos sua experiência!

| Leia também: 

Agendamento de visitas on-line: por quê sua escola deve adotá-lo?
Marketing de Relacionamento na educação: definições e aplicações.
Receba dicas de captação e retenção de alunos!

Receba quinzenalmente dicas, ideias e inspirações sobre como captar e reter alunos de forma sustentável.

Tenha acesso a ferramentas, processos e boas práticas para tornar sua instituição de ensino referência no mercado educacional.