A terceirização na educação é capaz de promover as melhores práticas, aumentar a eficiência na execução dos processos e proporcionar à instituição maior foco nos processos de captação e permanência de alunos. 

Tempo estimado de leitura: de 7 a 10 minutos.

Confira o que você vai ver:

  1. Panorama inicial
  2. A terceirização na educação
  3. Benefícios da terceirização nas instituições de ensino
  4. O que considerar na hora de escolher uma empresa terceirizada?
  5. Serviços que podem ser terceirizados
  6.  Conclusão

1. Panorama inicial

Não é novidade que procurar por maneiras efetivas de melhorar e otimizar o tempo de execução dos processos educacionais se tornou uma preocupação frequente para as  instituições de ensino, não é mesmo?

Nesse sentido, uma prática que vem ganhando destaque, principalmente pelo potencial de gerar processos eficientes em vários segmentos da economia do país, é a  terceirização de serviços. 

Terceirização nas IEs - Rubeus

Acreditamos que você já saiba do que se trata. Contudo, queremos aprofundar no assunto, a fim de esclarecer melhor como esse processo é capaz de impactar o seu dia a dia e a atuação das instituições de ensino. 

É crescente a necessidade de proporcionar ao potencial e atual aluno uma experiência de alto nível. Dessa forma, as instituições de ensino prezam cada vez mais pela melhoria contínua de seus processos. Essa, por sua vez, visa garantir a qualidade, autoridade, segurança e a construção de um ótimo (e estratégico) relacionamento com os estudantes. 

Portanto, a terceirização na educação vem ganhando, cada vez mais, espaço nas pautas de reuniões e análises dos gestores. 

Com o intuito de realizar um alinhamento de conceito, o termo terceirização pode ser definido como:

“A escolha em delegar a realização ou a manutenção de um ou mais serviços para uma empresa terceira.”

Geralmente, esses serviços terceirizados referem-se às atividades-meio das empresas. Ou seja, aquelas que não estão relacionadas, diretamente, com as atividades essenciais e normais para as quais a instituição de ensino se constitui. 

Assim, ao terceirizar atividades de apoio, é possível direcionar os esforços de toda a equipe para as atividades que realmente são de interesse. Bem como aquelas que de fato impactam diretamente nos resultados obtidos por sua instituição. Com isso, percebe-se o quão interessante é o processo de terceirização para a sobrevivência e crescimento da instituição.

2. A terceirização na educação

Mas como a terceirização na educação acontece na prática? 

Com a finalidade de responder esta questão, trataremos, a nível de exemplo, de um dilema que a maioria das instituições de ensino enfrenta: 

Blog post Terceirização em IEs - Rubeus

Assim, surge a grande dúvida: qual é o modo mais eficiente de lidar com o desenvolvimento dos sistemas? Optar pela terceirização ou criar internamente seus softwares? Não há uma resposta certa ou errada.

O recomendável é sempre atentar-se à necessidade da sua IE e basear-se num rigoroso processo interno de análise. Por isso, o processo decisório deve levar em consideração todas as áreas que serão impactadas direta ou indiretamente por essa decisão. 

Se acaso sua IE optar por terceirizar algum processo, é importante não escolher a empresa terceirizada somente pelo baixo custo e planejar um bom processo de seleção. Esse processo deverá conter vários critérios para identificar qual é a empresa mais capacitada para atender suas necessidades, ofertando, assim, o melhor custo-benefício possível. 

Dessa forma, antes de tomar qualquer decisão, deve-se considerar todos os fatores, inclusive, os setores envolvidos em tais questões. 

Fique atento!

Mais adiante trataremos sobre os principais fatores que não devem passar despercebidos na hora de tomar uma decisão como essa.

Uma outra alternativa é conciliar a terceirização com o desenvolvimento próprio. Nesse caso, a equipe interna deve ser bastante receptiva e envolvida nesse processo para orientar, no que for necessário, a equipe terceirizada e possibilitar uma ótima troca de informações e conhecimentos. Só assim será possível que as soluções criadas internamente e de forma terceirizada convivam de forma harmoniosa, contribuindo para o alcance de bons resultados. 

Mas você já parou para pensar nos benefícios que a terceirização na educação pode gerar? Separamos para você os três principais, veja:

3. Benefícios da terceirização nas IEs

  • Ao optar pela terceirização na educação você pode reduzir significativamente os seus custos

Em resumo, ao terceirizar os processos e tarefas, o organograma da instituição tende a sofrer um processo conhecido como Downsizing. 

Como resultado do achatamento da estrutura organizacional, você tem a redução dos níveis hierárquicos existentes. Dessa forma, aproxima-se o topo da base e delega-se a execução das atividades secundárias. 

Isso é vantajoso por diminuir custos com a remuneração (salário + encargos sociais) dos colaboradores internos que seriam necessários para realizar essas atividades secundárias. Uma vez que os funcionários da empresa terceirizada não são responsabilidade da sua instituição, logo, esses custos incorrem sobre ela.

Ainda nessa vantagem pode-se destacar a possibilidade de destinar os recursos economizados em melhorias na infraestrutura física. Bem como em tecnologia ou em ações de Marketing de Conteúdo Educacional, por exemplo.

Marketing de Conteúdo Educacional - Rubeus

  • Você desenvolverá um maior foco na atividade-fim

Ao desenvolver aquelas atividades secundárias, ou seja, atividades que não correspondem diretamente a sua atividade-fim, a instituição pode acabar perdendo um dos seus recursos mais preciosos: o tempo de trabalho da sua equipe de colaboradores. Resultado? Suas estratégias para captação de alunos podem ser prejudicadas a longo prazo! 

Além do desperdício de tempo na execução de atividades-meio, esse processo pode gerar uma perda de eficiência nas atividades principais. Isso porque a divisão entre as duas pode sobrecarregar o trabalho, impactando diretamente no desempenho e na qualidade dos resultados.

Logo, com a terceirização, os seus colaboradores estarão totalmente focados na execução estratégica das atividades principais. Assim, as atividades secundárias serão realizadas por pessoas qualificadas e especialistas, aumentando, com isso, o nível de entrega do serviço.

  • Ao investir em terceirização na educação você terá acesso a mão de obra especializada e inovação tecnológica

Considerando que as atividades-meio contribuem indiretamente para a obtenção de bons resultados na entrega das atividades-fim, ou seja, no que a sua empresa se propõe a realizar, é importante prezar pela qualidade dessas atividades.

Por esse motivo, a mão de obra especializada e a inovação tecnológica das empresas terceirizadas são importantes. Por isso, eles devem ser considerados para a eficiência na produtividade da sua IE. 

Então, ao optar por terceirizar, sua instituição perceberá maior produtividade nos serviços, uma vez que a empresa contratada deve prover colaboradores com know-how. Ou seja, conhecimento específico sobre as melhores técnicas para efetuar de forma eficiente as atividades delegadas. 

Para isso, é necessário que as empresas possuam tecnologias de ponta e invistam continuamente em inovação. Assim, torna-se viável a atuação de qualidade dos seus colaboradores na execução das atividades delegadas.

4. O que considerar na hora de escolher uma empresa terceirizada? 

Se sua opção for  terceirizar o desenvolvimento de softwares ou, até mesmo, a construção da ficha de inscrição da sua instituição de ensino, é primordial mensurar as consequências dessa decisão no funcionamento da instituição como um todo.

Ficha de Inscrição Educacional: consiga mais alunos com a ficha do CRM Rubeus - Rubeus

Por isso, é preciso avaliar os aspectos internos da sua instituição para saber exatamente onde o impacto será maior. Além disso, há vários fatores que devem ser analisados antes de contratar uma empresa terceirizada, veja: 

>> Desconfie de promessas de resultados rápidos

Assim como escolher um projeto de CRM baseado unicamente no menor preço pode te trazer problemas posteriormente, desvie sempre de empresas terceirizadas que prometem, geralmente por um preço bem abaixo do mercado, resultados rápidos. 

Por essa razão, a dica é começar pelo básico: pesquisar e avaliar a reputação da empresa. Para isso, a internet pode ser uma ótima aliada. Descubra o histórico, procure opiniões e experiências de quem já contratou seus serviços e conhece o trabalho prestado por ela. 

Outra importante dica é saber se há processos trabalhistas contra a empresa considerada. Caso haja, você já deve saber que funcionários insatisfeitos tendem a produzir menos e, consequentemente, gerar prejuízos para a sua instituição.

Caso não haja, pode ser um indicador de que a empresa valoriza seus profissionais e fornece mecanismos que estimulam a motivação. Ao possuir funcionários satisfeitos, a tendência é que os pontos fortes dela sejam refletidos na rotina da sua instituição de ensino.  

>> Considere a periodicidade dos treinamentos ofertados

É indispensável também saber como a empresa trata a capacitação de seus funcionários. Para isso, procure conhecer a periodicidade dos treinamentos ofertados,  prazos e qualidade. 

Esse fator é sempre crucial, uma vez que funcionários não capacitados tendem a estagnar com o tempo. A falta de conhecimento é, atualmente, um dos fatores mais críticos no que tange o crescimento das empresas atuantes nos mais diversos ramos. 

Veja um exemplo prático do quão importante é a capacitação frequente de funcionários:

Considere que a empresa responsável por serviços de manutenção em sua instituição de ensino é terceirizada. Enquanto você andava pelo campus observou a necessidade de adequação de alguns postes de luz. Assim, solicitou o serviço.

Ao realizar a atividade, o funcionário da empresa terceirizada não utilizou o cinto de segurança necessário, aumentando a probabilidade de ocorrer algum tipo de acidente. Caso o profissional estivesse com os treinamentos em dia, saberia que a lei prevê a utilização de EPI (Equipamento de Proteção Individual) para trabalho em altura, a partir de uma altura específica. 

Lembre-se, então, que a oferta de um serviço de qualidade está diretamente ligada a profissionais especializados na atividade contratada. Além disso, a empresa que investe constantemente em treinamento e inovação tecnológica, com uma boa reputação no mercado, é sempre a melhor opção.

>> Conheça o máximo sobre a cultura organizacional da empresa contratada

Apesar das equipes de empresas terceirizadas não serem subordinadas diretamente da sua equipe de colaboradores interna, é preciso considerar que, na maioria das vezes, há um contato entre elas. Isso pode acontecer principalmente no caso de treinamentos e consultorias terceirizados. 

Diante disso, conhecer a cultura organizacional da empresa antes de contratá-la é um importante fator a ser considerado. Isso porque é preciso criar estratégias para minimizar o choque entre as culturas das duas empresas (empresa terceirizada e instituição de ensino). Quanto mais próxima à cultura da sua instituição, melhores serão os resultados da parceria. 

5. Serviços que podem ser terceirizados nas IEs

A terceirização na educação pode ser aplicada em todas as áreas da sua instituição de ensino que são definidas como atividades-meio. Veja alguns exemplos:

  • Alimentação (cantinas e refeitórios);
  • Segurança (monitoramento de dados e vigilância física);
  • Manutenção geral predial e especializada;
  • Transporte de funcionários; 
  • Serviços jurídicos;
  • Recepção;
  • Administração de Recursos Humanos.

Independentemente da atividade escolhida, é essencial saber delegar responsabilidades e tarefas de forma clara e objetiva. Faça isso antes mesmo da empresa terceirizada iniciar a sua atuação junto a sua instituição de ensino.

Para se certificar de que tudo estará dentro dos conformes, lembre-se de ler detalhadamente o contrato. Bem como verificar se todas as atividades estão contempladas. Ao fazer isso, você evitará problemas futuramente.

6. Conclusão

“Concentre-se naquilo que você é bom, delegue todo o resto” Steve Jobs

Por proporcionar que a instituição de ensino foque todos os seus esforços em suas atividades principais, a terceirização na educação pode ser uma grande facilitadora. Isso porque ela contribui para que as instituições obtenham bons resultados no processo de captação de alunos.

O custo-benefício é outro atrativo para o aumento da terceirização no mercado educacional. Haja vista que o valor gasto para contratar uma empresa terceirizada pode ser, na maioria das vezes, menor do que contratar e manter uma equipe interna para realizar as atividades secundárias.

Entretanto, ao terceirizar é fundamental ter cuidados internos em razão das consequências causadas nos setores da IE. Sendo imprescindível avaliar cuidadosamente a empresa a ser contratada. Fatores como precificação ou promessas de resultados rápidos, precisam ser avaliadas por meio de sua reputação no mercado, o que é um fator capaz de aumentar as chances de sucesso da parceria.

Se acaso você tenha alguma dúvida, envie-nos uma mensagem pelo chat ou se preferir marcar uma conversa, é só clicar AQUI

Agora eu quero saber de você: sua IE terceiriza ou já pensou em terceirizar algumas das atividades-meio? Conte-nos sua experiência!

Receba dicas de captação e retenção de alunos!

Receba quinzenalmente dicas, ideias e inspirações sobre como captar e reter alunos de forma sustentável.

Tenha acesso a ferramentas, processos e boas práticas para tornar sua instituição de ensino referência no mercado educacional.