Já ouviu aquela famosa expressão “As palavras têm poder”? Ela é ideal para exemplificar a importância da prática de Copywriting para IEs.

O Copywriting para IEs é uma técnica estratégica de produção de conteúdo. O objetivo é “persuadir” e convencer o seu potencial aluno a realizar determinada ação, seja uma inscrição ou matrícula em sua instituição de ensino. 

Para desenvolver essa prática de maneira eficiente, é necessário conhecer a fundo com quem você está falando, ou seja, quem são suas personas. Dessa forma, fica mais fácil criar textos altamente persuasivos capazes de solucionar as dúvidas dos potenciais alunos. O que torna possível ajudá-los com seus problemas e, indiretamente, conduzi-los à próxima etapa da Jornada de Compra Educacional.

Resumidamente, o Copywriting para IEs pode ser entendido como a “arte de vender” através das palavras. Influenciando, assim, suas personas a realizarem uma ação específica, atraindo mais leads qualificados e gerando maior conversão para as instituições de ensino. 

Mas como persuadir os potenciais alunos através do Copywriting?

Certamente, você pensou em como persuadir seus potenciais alunos em seus conteúdos, não é mesmo? A resposta são os gatilhos mentais. Basicamente, eles são estímulos cerebrais que influenciam a tomada de decisão, tornando-a automática e, assim, mais rápida.

Para isso, alguns princípios psicológicos são fundamentais para que os seus conteúdos consigam convencer os potenciais alunos, a saber: Reciprocidade, Aprovação Social, Afeição/Afinidade, Autoridade e Escassez. Conheça um pouco mais sobre eles:

  • Reciprocidade: retribuir uma ação positiva com outra ação positiva. Logo, ao se ter conteúdos com a finalidade de ajudar os potenciais alunos, eles retribuirão com a ação proposta para ele;
  • Aprovação Social: para a tomada de decisão, um dos principais fatores considerados é a opinião de outras pessoas. Sendo assim, quanto mais experiências positivas em relação à sua IE houver, mais os potenciais alunos irão optar por sua instituição;
  • Afeição/Afinidade: as pessoas tendem a se conectar com quem se parecem com elas. Por isso, todo conteúdo da sua instituição deve ser pensado nos interesses da sua persona;
  • Autoridade: quando os potenciais alunos estão em busca de uma instituição querem a melhor. Por isso, é preciso sempre demonstrar os diferenciais da sua instituição. Mostre a eles que você é uma referência para aqueles que procuram ensino de qualidade;
  • Escassez: com a estipulação de um tempo limite para realizar a matrícula, por exemplo, o potencial aluno tende a ter um senso de urgência para realizá-la.

Agora, você conhece os princípios que devem ser explorados para convencer seus potenciais alunos por meio da escrita. Então, que tal conhecer algumas estratégias para aplicá-los em sua instituição hoje mesmo?

9 dicas para fazer um bom Copywriting para IEs

01) Conheça sua persona

Para praticar, de forma efetiva, a técnica de Copy, conhecer individualmente cada potencial aluno é essencial. Isso te permitirá saber exatamente o que ele precisa, tornando possível propor soluções para ajudá-lo e conquistá-lo

Assim, todas as abordagens realizadas por sua equipe precisam ser baseadas em quem são suas personas. Ainda tem dúvida em como montar as personas da sua instituição de ensino? Confira nosso blog post e tenha acesso às informações de como é o processo de criação das personas.

Além disso, você poderá realizar o download de exemplos de personas para cada nível de ensino da Educação Básica (Ensino Infantil, Ensino Fundamental I, Ensino Fundamental II, Ensino Médio e Pré-Vestibular), três personas para o Ensino Superior e duas para Cursos Técnicos. 

Saiba como construir personas - Rubeus

02) Ganhe o interesse da sua persona

Agora que você já conhece suas personas, você consegue personalizar a sua mensagem. Dessa maneira, o conteúdo despertará e envolverá a atenção de quem você realmente deseja atingir.

Na maioria das vezes, pequenos detalhes transformam um texto simples em um conteúdo relevante, capaz de engajar e conectar seu leitor alvo. Isso é importante, pois mostrará ao potencial aluno que a sua IE não está preocupada apenas em adquirir mais um aluno, mas também em ser útil. Ou seja, está interessada em ajudá-lo a esclarecer suas dúvidas.

Uma prática para contribuir na nutrição dos prováveis estudantes é o Marketing de Conteúdo Educacional. Por meio dele, as IEs elaboram conteúdos relevantes que realmente interessam os potenciais alunos. O que faz com que eles conheçam a instituição e criem confiança em seu trabalho.

Quer saber como o Marketing de Conteúdo Educacional pode ajudar a potencializar sua conversão de alunos? Leia nosso blog post:

Marketing de Conteúdo Educacional - Rubeus

 03) Determine o tom e a linguagem

É importante estabelecer o melhor modo de abordar sua persona. Tente ao máximo criar laços de familiaridade. Faça com que o potencial aluno sinta-se à vontade com a linguagem e o tom estabelecido no decorrer de todo o texto.

Já sabemos que o Copywriting é uma técnica de persuasão e que difere-se de impor e forçar a compra de algo a alguém. Por isso, atente-se a abordagem que você utilizará ao escrever. Atenção: evite qualquer tom que possa caracterizar hostilidade e agressividade. Portanto, ao produzir um texto para os potenciais alunos, utilize uma linguagem inteligível e amigável.

04) Mostre seus benefícios 

Ao praticar todas as nossas dicas de Copywriting para IEs, transformar o seu conteúdo em matrículas torna-se mais factível. Mas, para isso, é imprescindível manter o foco em seu objetivo principal. Por essa razão, construa o seu conteúdo encaixando, de forma estratégica, os benefícios bem como os pontos fortes e diferenciais da sua IE.

Esse é um ponto importante a ser considerado. Isso porque, muitas vezes, é mais eficiente apresentar os benefícios da realização de determinado curso do que listar inúmeras características genéricas dele.  

Mas qual a diferença entre característica e benefício?

Característica: são informações gerais e comuns a todos os cursos. Ex: matriz curricular, carga horária e modalidade de ensino. 

Benefício: é tudo aquilo que pode ser ganho pelos alunos ao cursarem o seu curso. Ex: diferencial ao concorrer a uma vaga de emprego nas empresas regionais e elevada taxa de egressos empregados.

Desse modo, sua persona irá identificar-se com o problema que enfrenta. O que a levará a ver em sua instituição uma possível solução através do trabalho conjunto de característica e benefício. Se tudo estiver funcionando corretamente, ela perceberá todos os ganhos advindos da aquisição do seu serviço e passará a desejá-lo. 

05) Conecte-se com o leitor

Esta técnica sugere ao profissional de Copywriting que busque formas de conquistar a confiança do seu potencial aluno por meio de um processo de conexão com o leitor. Essa relação amigável e simpática com o interlocutor só será possível caso você consiga abordar o conteúdo de forma que o seu leitor se identifique com os problemas e dificuldades que você apresenta e confie em você para resolvê-los.

Uma forma de realizar isso, além de escrever no tom que a sua persona se sinta confortável, é através da divulgação de cases de sucesso. Por esse motivo, invista em histórias e experiências de sucesso dos alunos que já realizaram algum curso em sua instituição. Podem ser depoimentos e relatos escritos ou, até mesmo, em um vídeo. 

Resumidamente, a confiança é a base de tudo, sendo a chave para o sucesso em conversões!

Logo, se seu público não confiar em sua instituição, nada feito. A confiança é, ainda, excelente no sentido de que o aluno que confia em sua instituição faz o marketing boca a boca e acaba contribuindo positivamente para o seu processo de captação.

Por isso, é tão importante entender como funciona, na prática, o processo de conquista da confiança. Além de conhecer as características fundamentais que devem ser seguidas para alcançá-la. Para te ajudar, conheça as 8 fontes de confiança: 

E-book 8 fontes de confiança - Rubeus

 06) Crie empatia 

Ao escrever todos os seus conteúdos, busque criar empatia, permitindo com que o potencial aluno se sinta mais confortável, levando-o a querer fechar negócio com a sua instituição de ensino

Para construir esse processo de empatia, use estratégias a seu favor, tais como: faça com que ele se identifique com o seu conteúdo, seja claro em suas ponderações, desperte sua curiosidade, seja honesto, demonstre entender a situação vivenciada por ele e mostre-se sempre à disposição para auxiliá-lo.

07) Exemplifique e faça comparações

Na produção de seus conteúdos, outra regra básica para um bom Copywriting para IEs é o uso consciente de analogias e metáforas, ao fazer essas comparações (éticas) com serviços educacionais bem parecidos com os seus, você consegue sair na frente da concorrência ao destacar suas vantagens. 

Outro ponto interessante é desenvolver, no decorrer dos conteúdos, exemplos práticos que sejam relevantes para os potenciais alunos. Isso os ajuda a se identificarem com a situação e, por consequência, com a sua instituição de ensino. 

08) Invista na Técnica de Storytelling

Aliado a técnica de Copywriting para IEs, é importante investir no desenvolvimento da prática de Storytelling. Essa prática, por sua vez, tem o objetivo de contar uma história. Contudo, essa história também precisa ser relevante, capaz de despertar a atenção dos potenciais alunos e os envolver no assunto.

Assim, é possível conectá-los com a sua instituição de ensino através da identificação e afinidade com o que está sendo falado em seu texto, aumentando as chances deles agregarem valor e realizarem a determinada ação proposta.

Para contar uma história é indispensável aliar linguagem adequada, um enredo cativante, personagens condizentes com as suas personas e também elementos visuais, tais como: fotos, vídeos e animações.

Esse conjunto de fatores será capaz de contribuir para o sucesso da técnica de Copywriting para IEs, impactando positivamente na conversão dos potenciais alunos em matriculados.

09) Aplique o Search Engine Optimization (SEO)

É interessante destacar que o sucesso dessa técnica pode ser maximizado se utilizada em paralelo com outra, conhecida como SEO. Que, por sua vez, trata-se de uma técnica responsável por tornar o conteúdo mais destacável para os sites de busca.

Isso acontece por meio, principalmente, do uso de palavras-chave que impactam em um melhor posicionamento do seu conteúdo nos resultados orgânicos dos buscadores. Ele é formado pela união de dois fatores: o SEO On Page e o SEO Off Page.

Há muitas ferramentas que podem ser utilizadas para auxiliar na prática do SEO, dentre elas o Google Analytics. Ele é uma plataforma com a finalidade de coletar informações dos usuários e transformar em relatórios. Permitindo, por exemplo, mensurar o volume de visitas, tempo de permanência e suas conversões.

Conclusão

Como vimos, a técnica de Copywriting para IEs pode convencer os potenciais alunos a realizarem a matrícula em sua instituição de ensino. Vale ressaltar que essa técnica difere-se totalmente de impor e forçar a todo custo um dos seus cursos. 

Também já estamos cientes do quão pode ser vantajoso para a sua instituição conciliar essa técnica com a do SEO. Com tal associação, além de persuadir sua persona, você consegue aumentar o alcance e o destaque nos motores de busca, permitindo que cada vez mais personas sejam alcançadas e convertidas em matrículas.

Você conseguiu perceber a importância do Copywriting para a sua instituição de ensino? Você já pratica essa estratégia? Conte-nos sua experiência.

Receba dicas de captação e retenção de alunos!

Receba quinzenalmente dicas, ideias e inspirações sobre como captar e reter alunos de forma sustentável.

Tenha acesso a ferramentas, processos e boas práticas para tornar sua instituição de ensino referência no mercado educacional.