A era digital implicou em grandes impactos na maneira de consumir produtos e serviços. Dentre as transformações ocorridas, está a revolução digital nas formas de pagamento no cenário educacional. Saiba mais sobre a importância dessa adaptação, agora, lendo este conteúdo. 

Elaboramos este conteúdo tendo em vista a transformação digital e as alterações no comportamento dos consumidores. Reunimos conceitos, tendências e dicas. Além disso, enriquecemos o conteúdo disponibilizando materiais complementares e convites especiais ao longo do blog post. Aproveite a leitura e tenha ótimos insights!

Introdução

Para começarmos esse conteúdo, te convido a analisar a seguinte situação:

Sara estava há tempos analisando instituições de ensino a fim de encontrar a “perfeita” para realizar o seu curso de Design Gráfico. Após seis semanas de muita análise, ela decidiu pela RedeExemplo. 

Apesar de ainda estar um pouco insegura, ela entrou no site da instituição, se inscreveu, gerou o boleto, efetuou o pagamento e pronto! Estava totalmente animada para acessar o portal do aluno e começar a estudar o quanto antes. 

Entretanto, isso não foi possível. Ela recebeu a notícia de que só poderia começar a estudar na segunda-feira, já que o pagamento do boleto, que foi efetuado na sexta-feira, cairia somente no próximo dia útil. 

Sabe o que isso significou para a Sara? Um balde de água fria. Ela já havia planejado um fim de semana repleto de experiências com o curso novo e já havia até desmarcado um compromisso importante. 

Além do sentimento de frustração, ela voltou a sentir aquela velha indecisão já tão conhecida, “Será que eu escolhi certo?”. 

Ilustração

A situação acima ilustrada por um mix de emoções vivenciada por Sara, só evidencia uma realidade bastante frequente nas instituições de ensino. Isso acontece pois muitas IEs disponibilizam apenas o boleto como forma de pagamento, sem mencionar as que ainda trabalham com o pagamento presencial.

Com a evolução digital, os métodos de pagamento agregaram facilidade nas transações, uma vez que podemos realizar muitas de nossas tarefas sem ao menos sair de casa. 

Em teoria, a revolução nos métodos de pagamento no cenário educacional ocorre à medida que as formas de pagamento avançam. Ou seja, à medida que os consumidores começam a utilizá-las de forma constante.

Na prática, essas alterações  significam que para um potencial aluno torna-se incoerente ter que ir presencialmente à instituição de ensino realizar o pagamento de um boleto, uma vez que ele pode fazer isso com alguns cliques, sem precisar nem mesmo se levantar do sofá.

Infelizmente, em muitos casos, a falta de opções para efetuar o pagamento, implica no comprometimento da percepção do lead acerca da instituição de ensino, corroborando para que ele considere a instituição de ensino arcaica e desatualizada. 

Ilustração

Frente a importância deste tema, hoje optamos por trazer algumas informações estratégicas para incentivar que você faça uma análise acerca da transformação digital das formas de pagamento no cenário educacional. Confira atentamente os dados disponibilizados e não deixe de compartilhar conosco a sua experiência sobre o tema. 

A seguir, veremos a importância de considerar essa transformação digital, mas antes, veja só esse convite que separei para você:

Junte-se a mais de 7.000 pessoas!

Entre para a nossa lista e receba conteúdos exclusivos gratuitamente, diretamente em seu e-mail.

QUERO RECEBER NOVIDADES DA RUBEUS

A importância de considerar a transformação digital dos formas de pagamento no cenário educacional

Em uma era globalizada e altamente tecnológica, uma das palavras de ordem é imediatismo. As pessoas possuem desejos e querem satisfazê-los o mais rápido possível. Por isso, esperar já não é mais “tolerável”. 

A ampla concorrência do mercado torna o imediatismo ainda mais acentuado, pois se uma empresa demora para disponibilizar um produto ou serviço, o lead opta por outra. 

Muito provavelmente você já passou pela experiência de se deparar com alguma empresa que não trabalha com cartões bancários. Quando nos deparamos com uma situação como essa, o que imediatamente pensamos? “Nossa, como essa empresa é antiga! Está parada no tempo!”.

Ilustração

Analisando especificamente o cenário educacional, percebemos a urgência das IEs em se organizarem quanto às formas de pagamento. E que aquelas que mantêm uma certa resistência tendem a estagnarem. Afinal, o mundo está em transformação.

Em muitos casos, o motivo para a resistência mascara a insegurança de percorrer caminhos ainda não conhecidos. Até então, o boleto sempre funcionou e o cartão de crédito tem taxas… 

Contudo, como vimos no exemplo acima, apesar de ser padronizado e conhecido, o boleto bancário demora a cair e o acesso do aluno demora a ser liberado. Este meio tempo, pode ser o suficiente para que o aluno desista ou se desmotive. 

Por isso, cabe à instituição de ensino realizar uma análise e, a partir de dados concretos, tomar uma decisão assertiva. Para isso, é importante considerar tendências de consumo, fazer pesquisas entre os alunos e realizar um levantamento de taxas e prazos. Tudo isso auxiliará na tomada de decisão acerca das formas de pagamento que serão disponibilizadas.

Benefícios dos pagamentos digitais

Alguns dos principais benefícios do digital nas formas de pagamento no cenário educacional incluem:

>Agilidade

Torna-se possível oferecer serviços financeiros e efetuar pagamentos on-line de forma integrada e muito mais ágil. 

>Pagamentos a um clique de distância

Os pagamentos digitais permitem que os alunos efetuem o pagamento de inscrições e mensalidades por meio de alguns cliques, sem a necessidade de estar presente na instituição, de carregar dinheiro e até mesmo fazer fila para saques em caixas eletrônicos.

>Maior segurança

As transações digitais são muito mais seguras se comparadas às transações tradicionais, pois não há medo de perder dinheiro ou obter moeda falsa.

>Redução de inadimplência

Como vimos acima, a praticidade é um dos grandes benefícios dos pagamentos digitais. Ao não precisar ir presencialmente à instituição de ensino, tende-se a evitar atrasos ou esquecimentos, implicando em melhores resultados na Gestão da Inadimplência

>Controle 

Torna-se possível rastrear e manter o registro digital de cada transação.

>Não é afetado por situações atípicas como isolamento social

O pagamento digital provou ser ainda mais benéfico nesta situação de pandemia. Por segurança e medidas de precaução, transações sem contato estão sendo incentivadas e estão configurando-se como uma forte tendência.

>Modernização 

A transformação digital das formas de pagamento no cenário educacional permite o alinhamento das IEs com o seu principal público-alvo. Ou seja, permite que as instituições de ensino “falem a mesma língua” que seus potenciais e atuais alunos (geralmente jovens). 

A transformação digital das formas de pagamento no cenário educacional

Veja a seguir alguns dos principais métodos digitais de pagamento:

  • Cartões bancários

O Banco Central (BC) divulgou Estatísticas de Pagamentos de Varejo e de Cartões no Brasil e os números foram expressivos: 123 milhões de pessoas possuíam cartões de crédito em uso no país no ano de 2019.

O número de cartões de débito foi ainda maior: 132 milhões de pessoas. 

Ilustração

Os cartões são um dos métodos de pagamento mais amplamente usados ​​e oferecem vários recursos, como segurança de pagamento, conveniência, controle, etc. 

A variedade de cartões disponíveis – incluindo cartões de crédito, débito e pré-pagos oferece uma enorme flexibilidade. 

Visa e MasterCard são alguns dos sistemas de pagamento com cartão mais renomados e conhecidos. Os cartões bancários podem ser usados ​​para transações on-line, em aplicativos de pagamento digital, compras online, etc.

  • Cashback

Basicamente, o cashback consiste em um programa de incentivo operado por empresas de cartão de crédito no qual uma porcentagem do valor gasto é devolvida ao titular do cartão.

Muitas empresas optam por realizar essa “parceria” com o intuito de fidelizar clientes. 

  • Código QR

Código QR ou, simplesmente QR Code, está ganhando popularidade em uma solução de pagamento digital. Os códigos QR podem ser lidos no papel e na tela, facilitando o pagamento rápido e oferecendo segurança infalível. 

  • Carteira Digital

Em síntese, uma carteira digital consiste em um dispositivo eletrônico que possui a finalidade de permitir que um indivíduo faça transações eletrônicas, utilizando um computador ou um smartphone. 

  • Pix

O Pix é atualmente uma forma de pagamento amplamente utilizada no país, apesar do pouco tempo de lançamento e implantação. De acordo com o Banco Central, até o dia 28 de fevereiro de 2021, 50 milhões de pessoas (físicas e jurídicas) já haviam realizado o Pix. Ou seja: o Pix já faz parte da rotina das pessoas.

É primordial que as instituições ofereçam essa possibilidade não somente para os alunos, mas também considerar essa forma de pagamento para fornecedores. 

Entretanto, devido à sua facilidade, é essencial tomar cuidado com os processos, criando ações para evitar erros e garantir a segurança nas transferências. Isso significa que, se a instituição optar por oferecer essa forma de pagamento, sua implantação deve ser cuidadosamente planejada.

Pontos de resistência das instituições de ensino 

Para que a transformação digital das formas de pagamento no cenário educacional seja considerada, é importante conhecer os principais focos de resistência das instituições de ensino. Veja só dois deles:

  • Padronização dos boletos como meio de pagamento

Como já mencionamos acima, os boletos são empregados há tempos pelas instituições de ensino e vem se mostrando eficazes até hoje. Justamente por isso, muitos gestores não enxergam a necessidade de oferecer outras formas de pagamento. 

Entretanto, na grande maioria dos casos, esses mesmos gestores não possuem uma visão clara de quantos leads podem perder por só oferecer essa forma de pagamento. 

  • Falta de percepção da experiência do estudante

Infelizmente, é muito comum que instituições de ensino não se coloquem no lugar dos estudantes, o que acaba não permitindo que “sintam na pele” o que eles vivenciam. 

Todavia, esse pode ser um dos maiores erros cometidos. Isso porque a experiência do estudante é atualmente um grande influenciador na hora do lead optar pela instituição ou do aluno já matriculado decidir permanecer nela. 

Como a experiência do estudante é um tema importantíssimo, nós criamos um conteúdo detalhado. Clique na imagem abaixo e se aprofunde no assunto:

Experiência do estudante: como criar experiências memoráveis - Rubeus

E aí, gostou? 

Espero que esse conteúdo tenha sido uma fonte de inspiração para você! Para tornar a sua experiência ainda mais completa, separei uma dica de conteúdo adicional. Estou falando do e-book 8 fontes de confiança para as instituições de ensino conquistarem mais alunos.

Sabemos que a confiança impacta diretamente na percepção de valor dos potenciais e atuais alunos, por isso preparamos um e-book para te ajudar a conquistá-la e, consequentemente, a potencializar seus resultados!

Basta clicar na imagem, preencher o formulário e pronto: ele estará em seu e-mail!

E-book 8 fontes de confiança - Rubeus

Agora é com você! Gostou das nossas dicas sobre a transformação digital das formas de pagamento no cenário educacional? Conta pra gente aí nos comentários: sua instituição de ensino já oferece alguma delas?

Bons resultados! 😉

Receba dicas de captação e retenção de alunos!

Receba quinzenalmente dicas, ideias e inspirações sobre como captar e reter alunos de forma sustentável.

Tenha acesso a ferramentas, processos e boas práticas para tornar sua instituição de ensino referência no mercado educacional.